A adoção de um novo modelo de SIM card, o famoso “chip”, foi uma queda de braço travada por gigantes na Europa — Apple, Nokia, RIM e outras empresas da área. No fim das contas, ganhou o padrão proposto pela Apple e, como mãe da criança, nada mais justo que ele debutasse em um aparelho seu.

O iPhone 5 é o primeiro smartphone a usar o Nano-SIM, novo padrão de SIM card ainda menor que o Micro-SIM, lançado com iPhone 4 e que, hoje, já aparece em vários outros modelos de outras empresas. Com dimensões bem reduzidas (12,3 x 8,8 x 0,67 milímetros), ele é basicamente apenas o chip, ou seja, toda aquela borda de plástico que existia nos SIM cards antigos e maiores sumiu.

“Uma tesoura resolve?”, sou eu lendo seus pensamentos. De fato, na transição do SIM card convencional para o Micro-SIM essa técnica caseira funcionava — com muitos SIM cards mortos e feridos pelo caminho, mas funcionava. Para o Nano-SIM? Aparentemente a história será diferente. Não pela largura ou altura, mas pela espessura: como é 15% mais fino, um SIM card antigo recortado provavelmente não entrará na portinhola destinada ao novo Nano-SIM. Existe, claro, a possibilidade de que essa diferença não interfira (estamos falando em 0,09mm!), mas só testando mesmo para ter certeza — e tão logo o iPhone 5 seja lançado, faremos um esforço para conferir isso.

Esse detalhe do Nano-SIM poderia impedir que muitos early adopters fizessem a sua viagem marota para Miami no próximo dia 21 e trouxesse de lá um iPhone 5 novinho para já brincar em terras brasileiras (afinal, sabe-se lá quando o aparelho será lançado aqui). Se você já estava pesquisando passagens, pegando a lista de presentes dos parentes e deu aquela desanimada lendo este post, anime-se: vai ter Nano-SIM brasileiro à venda já no próximo sábado (15/9). A Vivo anunciou o início das vendas do Nano-SIM, por R$ 10 cada. As outras (Claro, Oi e TIM) prometem que trarão o novo padrão logo, antes do iPhone 5 ser oficialmente lançado no país, mas consultadas por nós, nenhuma soube especificar quando. [Veja, Ubergizmo. Foto: Know Your Mobile]