No dia 19 de maio comemora-se o dia do físico. A data 19/05 foi escolhida pois faz uma alusão ao ano 1905, também conhecido como “Ano Miraculoso” — quando Albert Einstein publicou artigos que impactaram os estudos da física, incluindo a consagrada Teoria da Relatividade. Para celebrar, relembramos quatro físicos e suas contribuições para a humanidade.

Marie Curie

Marie Curie/Wikimedia Commons

Maria Salomea Skłodowska,  também conhecida como Marie Curie, nasceu na Polônia, em 7 de novembro de 1867. A cientista, junto com seu marido Pierre, estudou a teoria da radioatividade e descobriu que a radiação é emitida pelos próprios átomos individualmente e não por uma interação molecular.

Além disso, Marie foi responsável por revelar dois elementos químicos: o rádio e o polônio, cujo nome é uma homenagem ao seu país de origem. Isso colaborou para o desenvolvimento dos aparelhos de raio-X, usados por ela durante a Primeira Guerra Mundial para ajudar os soldados feridos. A cientista teve tanta relevância que foi a primeira mulher a ganhar o Prêmio Nobel de Física e a primeira pessoa e única mulher a ter ganhado o Nobel duas vezes em áreas distintas (física e química).

Galileu Galilei

Galileu Galilei/Wikimedia Commons

Galileu Galilei nasceu na Itália, em 1564, e iniciou seus estudos em medicina no ano de 1581. No entanto, abandonou a universidade pois acreditava que sua vocação era a física. Ao construir um telescópio e apontá-lo ao céu, o cientista descobriu que a Lua tem irregularidades, que há mais estrelas do que se tinha conhecimento e que a Via Láctea era um aglomerado delas. Além disso, ele percebeu satélites girando em torno de Júpiter.

Galileu foi duramente perseguido pela inquisição ao defender abertamente a teoria do heliocentrismo, que acreditava que o Sol estava no centro do universo. Como pena, ele foi  condenado à prisão domiciliar e precisou renunciar sua teoria.

Isaac Newton

Isaac Newton/Wikimedia Commons

O físico e matemático Isaac Newton nasceu na Inglaterra, em 1643. Sua principal obra é chamada Princípios Matemáticos da Filosofia Natural, na qual ele explica teorias para o movimento dos corpos, fundamentação da mecânica clássica, assim como a lei da gravitação universal. Esta última revolucionou a ciência ao afirmar que “dois corpos atraem-se com força proporcional às suas massas e inversamente proporcional ao quadrado da distância que separa seus centros de gravidade”. Dentre esses estudos, ele descreveu, também, o princípio da ação e reação, o qual diz que “para toda ação há uma reação oposta e de igual intensidade”.

Newton foi o primeiro cientista a receber o título de sagrado cavaleiro da coroa britânica pela Rainha Anne, em abril de 1705. Até hoje seus estudos, que explicam princípios básicos da existência humana, são celebrados.

Assine a newsletter do Gizmodo

Albert Einstein

Albert Einstein/Wikimedia Commons

Albert Einstein, nascido em 1879, na Alemanha, é considerado um dos maiores gênios da humanidade por desenvolver a Teoria da Relatividade — que afirma que o tempo e espaço são relativos e estão entrelaçados.  Nesses estudos, o teórico concluiu que toda matéria tem uma quantidade de energia relacionada. Foi aí que surgiu a famosa equação E = MC² (ou seja, energia = massa vezes a velocidade da luz ao quadrado).

Além de suas teorias, Einstein também contribuiu para a luta pela igualdade racial. Foi membro da Associação Nacional para o Progresso de Pessoas de Cor (NAACP), fazendo campanha pelos direitos civis das pessoas afro. Em uma de suas declarações, ele chegou a classificar o racismo como a pior doença da América.