A Oi anunciou na semana passada que começaria a instalação de orelhões com conexão Wi-Fi na cidade do Rio de Janeiro. Orelhões que além de telefonar forneciam internet gratuita para as pessoas em um raio de 50 metros. Isso vindo de uma operadora que lucra com 3G e não tem obrigação nenhuma de fornecer internet grátis é um ótimo sinal, não? Pois bem, os moradores acharam os orelhões muito “feios” e a Prefeitura solicitou a retirada dos modelos de teste.

Segundo a UOL, a “forma estética” do novo orelhão não agradou os moradores e frequentadores do bairro de Ipanema, na zona sul do Rio, que recebeu os primeiros orelhões com Wi-Fi. A ideia da Oi era não só substituir os degradados orelhões cariocas por algo novo, mas também oferecer internet como um chamariz aos novos aparelhos. Aparentemente, ninguém deu a mínima para a conexão gratuita. Os técnicos da Prefeitura alegaram que o novo formato do orelhão tem impacto visual negativo e prejudicavam a circulação.

A UOL ainda entrevistou alguns moradores e transeuntes do bairro que basicamente disseram que o orelhão era muito feio, parecia frágil e que seria pichado com facilidade. A Oi tinha até o fim da tarde de ontem para remover as cabines experimentais, e cumpriu o prazo. Não há nova previsão de instalação, já que os aparelhos terão de ser redesenhados. Em um cenário mais catastrófico, consigo imaginar a Oi alegando que, com o aumento de custos para mudar o design das cabines, a conexão Wi-Fi gratuita teve de ser removida. “Pelo menos ficou uma gracinha, né”, diriam os moradores. [UOL via MeioBit]