O Symbian já era open-source, mas o código da última versão ainda não tinha sido divulgado. Isso muda hoje: se você é desenvolvedor, pode fazer um cadastro rápido e colocar as mãos no código-fonte do Symbian^3. Quer dizer que a Nokia deixou o desenvolvimento do OS só pra comunidade?

Bem, já sabemos que o Symbian será enterrado aos poucos, depois do acordo Nokia + Microsoft para usar o Windows Phone 7 nos aparelhos da empresa. Mas a Nokia planeja vender “pelo menos 150 milhões de aparelhos com Symbian”, e está comprometida em manter uma evolução contínua da plataforma. Em um slide vazado pudemos ver o que eles prometem para o futuro, como uma interface melhorada e completamente redesenhada. Com este plano de evolução contínua, a Nokia não vai colocar mais números de versão no sistema daqui pra frente: ele se chama Symbian, apenas.

Além de continuar trabalhando no Symbian, a Nokia decidiu liberar quase todo o código-fonte do sistema. A maior parte do conteúdo já está no site collab.symbian.nokia.com, e o que não puder ser liberado será devido a “vários motivos de legislações de proteção do consumidor, garantia e segurança”. É comum que sistemas assim não sejam 100% open-source: basta ver o Android, cujo status de “aberto” já foi questionado e esmiuçado.

O código-fonte do Symbian está aqui: [Symbian via Thinq]