Segundo a Bloomberg, a Nokia planeja investir em uma startup da Califórnia (EUA) que cria uma tecnologia de câmera semelhante à Lytro – que permite ajustar o foco das fotos depois de tirá-las – mas fina o suficiente para caber em um celular.

A empresa em questão é a Pelican Imaging, que produz um sensor feito de várias lentes bem pequenas: juntas, elas capturam uma imagem com a mesma qualidade de uma câmera maior.

E o sensor ainda tem truques na manga: através de algoritmos, ele permite ao usuário ajustar o foco de uma imagem depois de capturá-la. Isso significa que o sensor pode dispensar a lente extra exigida pela câmera Lytro, tornando possível colocá-lo em um celular; mas fornece resultados muito melhores do que usar um software diferente nas mesmas câmeras de sempre, caso do app FocusTwist.

A Nokia tem, há anos, um caso de amor com as câmeras de celular: ela colocou um sensor insano de 41 megapixels no 808 PureView, e destacou os recursos de estabilização de imagem no Lumia 920. Agora, há rumores de que os dois vão se combinar, com uma câmera PureView “de verdade” em um aparelho Lumia a ser lançado em breve.

Colocar neste arsenal um sistema de câmera semelhante à Lytro parece promissor, mas apenas se a Nokia puder torná-lo verdadeiramente útil. E quando isto chega? Não sabemos, mas a Nokia Growth Partners diz que este novo tipo de câmera “está próximo a ser comercializado”. [Bloomberg via Engadget]