Quando a Nokia anunciou que lançaria um smartphone com Maemo, e vimos quão bem o sistema operacional baseado no Linux rodava em celulares, tememos pelo futuro do Symbian. Agora, com o N900 à solta e agradando todo mundo, a Nokia prometeu mais telefones com a plataforma. Ou melhor: telefone, no singular. Será apenas um novo, em 2010. Eles prometeram também que continuarão a usar o Symbian em smartphones, mesmo que ninguém se interesse muito.

Essas foram as revelações de um executivo da empresa finlandesa à agência Reuters, hoje. Não foi revelado nenhum detalhe sobre o novo smartphone em desenvolvimento, mas ele provavelmente terá uma nova versão do Maemo, e já temos ideia de como ele poderá ser. Se for um objeto de desejo como o N900 — que no Brasil não deve chegar tão cedo —, o caminho é promissor.

Outro porta-voz disse a Reuters que os rumores que a Nokia abandonaria o Symbian em favor de um sistema mais bonitinho são bobagem. "Mantemos nosso firme compromisso para com o Symbian como plataforma Nokia para celulares inteligentes". Ou seja, o Symbian não tem com o que se preocupar no que cabe à Nokia, ainda mais com os planos de expandir o sistema operacional para celulares mais baratos. Mas, como o sistema operacional vem recebendo críticas, perdendo parceiros e vendendo menos, eles têm motivos para preocupação. [Reuters; imagem via James Nash]