Mais cinco estados receberão o nono dígito no número de celular a partir do começo de novembro, seguindo o que já foi implantado em São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo. A partir de 2 de novembro, os celulares dos estados do do Amapá (DDD 96), Amazonas (DDDs 92 e 97), Maranhão (DDDs 98 e 99), Pará (DDDs 91, 93 e 94) e Roraima (DDD 95) terão um dígito 9 em frente aos usados atualmente, com o formato 9XXXX-XXXX.

Mas haverá um tempo para adaptação. Funciona assim:

  • até o dia 11 de novembro, as ligações sem o dígito 9 serão completadas normalmente
  • até 9 de fevereiro de 2015, você receberá um aviso sobre a mudança do número, e algumas ligações em o dígito 9 serão completadas, enquanto outras não
  • depois disso, apenas chamadas com os nove dígitos serão completadas

A Anatel publicou uma cartilha em seu site oficial explicando como serão as mudanças para os usuários desses estados. Vale lembrar que isso afeta apenas números de celular – telefones fixos e Nextel não sofrerão com essas mudanças.

Com isso, a Anatel segue seu cronograma de expansão do nono dígito de celulares pelo país. Até o fim de 2016, todos os números de celular terão o novo formato, que começou a ser implantado em 2012 em São Paulo para solucionar a questão do esgotamento dos números possíveis de celular.

Depois dos estados do Norte e Nordeste do Brasil, o nono dígito marchará para Alagoas, Bahia, Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte e Sergipe, onde deve chegar até o fim de 2015, e depois para Acre, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina e Tocantins, que devem receber o dígito extra em 2016. [Anatel via Exame, G1]

Foto por Danilo Urbina/Flickr