A Republic Wireless, pequena operadora americana, entrou em operação há poucos meses oferecendo um inacreditável plano por US$ 19 ano ilimitado* para voz, SMS e dados. A ideia: usar Wi-Fi sempre que possível (inclusive para voz) e a 3G alugada de outras operadoras em casos “emergenciais”. No início o asterisco servia para mostrar que havia um “limite justo” fora do Wi-Fi (300 MB de dados, 550 minutos de voz, etc). Agora eles acabaram com isso: o ilimitado é efetivamente ilimitado. Eu quero isso aqui.

O que a Republic Wireless está oferecendo é realmente incrível: a maior parte das operadoras americanas está cortando de vez as ofertas ilimitadas ou aumentando o preço, mesmo com fidelização de 2 anos. Não sabemos até quando vai durar o sonho quixotesco da empresa, já que por enquanto a Republic Wireless é a primeira operadora que eu conheço com um “Beta” ao lado do nome. Você se cadastra e aos poucos eles vão liberando lugares na rede. A liberdade é irrestrita com um detalhe: você precisa usar um Android, especificamente o LG Optimus fornecido por eles com uma pequena modificação. E ele custa US$ 199 — se o cliente não gostar do plano ou aparelho, pode cancelar o plano e ficar com o Android.

A explicação da preferência pelo robô está no “como funciona” do site:

Como eu posso ter certeza que estou conectado no Wi-Fi o tempo todo?
Primeiro, certifique-se que seu telefone está configurado para acessar as redes Wi-Fi que você frequenta. O telefone vai lembrar dessas redes e conectar a elas automaticamente. Quer fazer um login em um hotspot público? Baixe um de vários apps disponíveis no Android Market para automatizar isso para você.

Posso usar meu próprio telefone?
Não. A “liberdade de smartphone” absoluta seria usar o telefone que você quiser, na rede que quiser, quando quiser. Concordamos… E estamos trabalhando para chegar neste ideal. Por enquanto, as grandes operadoras fazem as regras. Mas telefones com Android, Wi-Fi e a Internet alimentam nosso otimismo de que o futuro será bem diferente.

A tecnologia empregada pela Republic Wireless está sendo testada em vários lugares do mundo, e é o chamado 3G-Offload: a ideia é manter o usuário o maior tempo possível em redes Wi-Fi, sem necessidade de autenticações manuais e inclusive usando-a para trafegar voz. A TIM está testando algo parecido no Rio e quer 10 mil hotsposts em 2012. Parece o futuro, mas acredito ser uma tecnologia temporária: o Wi-Fi tem algumas limitações, como número de conexões simultâneas, atribuições de IP e “abuso” de usuários específicos, mas pode ter certeza que quase qualquer coisa é melhor que o 3G oferecido no Brasil hoje. Então espere ver ofertas semelhantes — obviamente custando muitas vezes mais — no Brasil em um futuro próximo. Enquanto isso, invejemos os americanos. [Republic Wireless via Engadget]