Muitos fabricantes de notebooks gamers lançaram modelos atualizados há alguns meses. A HP, por outro lado, levou um tempo extra para reformular completamente o seu. Só agora ela está lançando o novo Omen 15 e uma linha atualizada de acessórios e periféricos.

Comparado com modelos anteriores, o novo Omen 15 tem uma aparência muito mais simplificada, que dispensa muitos dos cantos angulares e difíceis encontrados em notebooks anteriores e opta por um design mais fino e minimalista, com um novo logotipo. Com um preço inicial de pouco menos de US$ 1.000, a HP afirma que ele, com 35,8 x 24 x 2,1 centímetros, é um dos menores laptops gamers de seu segmento. Por outro lado, com 2,44 quilogramas, o peso do Omen 15 fica na média.

Foto: HP

Por dentro, a HP oferece como opções de CPU os chips da série H da 10ª geração da Intel ou os da série 4000H do Ryzen 7 da AMD. O Omen 15 também tem suporte para até 32 GB de RAM, SSDs PCIe de 1 TB e GPU Nvidia RTX 2070 Super. Além disso, a HP está fornecendo uma tonelada de opções de tela, que variam de painéis OLED a telas 4K de 120Hz ou até mesmo 300Hz.

Infelizmente, parece que, com base nas fichas de especificações iniciais, as versões do Omen 15 com Ryzen 7 virão no máximo com as GPUs GTX 1660 Ti, o que significa que você é forçado a optar por uma CPU Intel se quiser a 2070 Super. E sem a opção de uma 2080 Super em ambos os modelos, as pessoas que procuram um desempenho verdadeiramente sofisticado serão forçadas a procurar em outro lugar.

Além de ventiladores maiores com fluxo de ar aprimorado, a HP diz que o Omen 15 também será o primeiro laptop gamer no mercado a oferecer sensores de termopilhas embutidos. Eles são sensores infravermelhos localizados no interior do laptop que ajudam o sistema a ajustar dinamicamente o desempenho da máquina e a velocidade do ventilador para equilibrar performance e ruído.

E como um bônus adicional para as pessoas que desejam atualizar o aparelho no futuro, a HP diz que o Omen 15 possui parafusos Philips padrão e um painel inferior grande e removível para facilitar o acesso à RAM e ao armazenamento.

O Omen 15 tem uma porta SuperSpeed ​​USB-C com suporte para DisplayPort 1.4 e carregamento, 3 portas USB-A, Ethernet, conector para fone de ouvido, miniDisplayPort e HDMI 2.0. Foto: HP

Por fim, para simplificar um pouco o monitoramento e a personalização do comportamento do Omen 15, a HP também reformulou seu aplicativo Omen Command Center. Ele agora permite alternar automaticamente entre a GPU do laptop e a placa de vídeo integrada para ajudar a prolongar a vida da bateria. A HP diz que ela dura até 12,5 horas. Alguns modelos ainda vêm com teclado retroiluminado RGB opcional.

Em suma, o Omen 15 parece ter atingido o equilíbrio certo entre potência e portabilidade, e mesmo que seu novo design não tenha tanta personalidade quanto os modelos anteriores, acho que a redução no tamanho geral provavelmente valeu a pena.

Como alternativa, se o preço inicial de US$ 1.000 do Omen 15 ainda parece um pouco alto, a HP também lançou o Pavilion Gaming 16, que começa em US$ 800. Nesse preço, ele vem com CPU Core i7 de 10ª geração, 12 GB de RAM, GPU GTX 1660 Ti e um SSD de 256 GB ou um HD de 1 TB.

As principais diferenças entre o Vector e o Vector Essential mais barato são o sensor de 16.000 DPI e suporte para pesos ajustáveis. Foto: Sam Rutherford/Gizmodo

Além disso, para completar seu portfólio gamer, a HP também está lançando dois novos mouses: o Omen Vector e o Omen Vector Essential. Completam a linha o headset sem fio X1000, os alto-falantes X1000 Gaming Speakers e o monitor curvo HP X24C .

Portanto, a HP fez uma reforma completa no seu catálogo gamer. O Omen 15 está à venda nos EUA a partir de US$ 1.000. O restante dos novos laptops e acessórios devem chegar às lojas ao longo do segundo semestre.