Se o mercado de processadores para desktop já não era confuso o suficiente, a linha Ryzen 3000, da AMD, ficou maior, totalizando agora 13 opções. Será que a AMD precisa de versões atualizadas dos Ryzen 9 3900X, Ryzen 7 3800X e Ryzen 5 3600X que ela lançou no ano passado? Ainda mais considerando que a única diferença entre a versão X e a nova XT é entre 100 MHz e 200 MHz a mais nas velocidades de clock.

Se você já possui um dos processadores da versão X da AMD, a boa notícia é que não vale a pena gastar centenas de dólares para atualizar para um XT, já que você terá no máximo um aumento de 4% no desempenho. Se você ainda tem um Ryzen de segunda geração e quer continuar na AMD, pode ser mais fácil escolher os chips da versão X.

Processadores AMD Ryzen 3000XT-series
Caixas das CPUs AMD Ryzen para desktop. Crédito: Gizmodo

O que é?
Novas CPUs Ryzen 9 3900XT, Ryzen 7 3800XT e Ryzen 5 3600XT.

Preço
Valor varia de US$ 250 a US$ 500

Curti
Tão bom quanto as versões X

Não curti
Quase idênticos às versões X

Acho que quando você está competindo com a linha de 17 chips da Intel de 10ª geração, mais variedade pode parecer uma coisa boa. Uma grande razão pela qual a Intel tem tantas variações de chips em uma única geração é porque ela faz CPUs com placa gráfica integrada, bloqueadas e desbloqueadas, que ainda são diferenciadas pelas velocidades de clock base/boost e, é claro, pelos preços.

Embora a AMD tenha algumas CPUs de desktops com placa gráfica integrada, seus processadores são todos desbloqueados: o usuário pode mudar o fator multiplicador do clock, aumentando a velocidade da CPU. Portanto, há menos incentivo para criar o mesmo esquema de preços/desempenho.

Sempre gostei da abordagem simples da AMD em sua linha de CPU. Ryzen 9, 7 e 5. Pronto. Mas com a adição das versões XT, é como adicionar um menu secreto ao menu oficial, quando o menu de opções já estava bom do jeito que estava. Aqui estão as poucas diferenças dos chips X e dos chips XT:

  • Ryzen 9 3900XT (US$500): 12-cores/24-threads, 3.8 GHz base/4.7 GHz boost
  • Ryzen 9 3900X (~US$420 no varejo): 12-cores/24-threads, 3.8 GHz base/4.6 GHz boost
  • Ryzen 7 3800XT (US$400, preço sugerido): 8-cores/16-threads, 3.9 GHz base/4.7 GHz boost
  • Ryzen 7 3800X (~US$320 no varejo): 8-cores/16-threads, 3.9 GHz base/4.5 GHz boost
  • Ryzen 7 3700X (~US$305 no varejo): 8-cores/16-threads, 3.6 GHz base/4.4 GHz boost (observação: esta CPU é “anômala” comparada ao resto, mas ela está na lista pois o Gizmodo previamente a testou e fez análise dela)
  • Ryzen 5 3600XT (US$250 preço sugerido): 6-cores/12-threads, 3.8 GHz base/4.5 GHz boost
  • Ryzen 5 3600X (~US$220 no varejo): 6-cores/12-threads, 3.8 GHz base/4.4 GHz boost

Se você quiser de 100 MHz a 200 MHz extras no clock de boost, mas não quiser pagar mais de US$ 30 ou mais, fique com as versões X.

A maioria das placas-mãe oferece a opção de fazer overclock com facilidade, e é um salto tão pequeno no desempenho que não faz sentido gastar mais com um chip XT, a menos que você realmente não queira mexer na BIOS. Diria até que o desempenho por dólar importa um pouco mais com os processadores AMD do que com os da Intel, porque todos os núcleos são desbloqueados.

E quando você compara o preço dos processadores da geração atual da AMD com os processadores de geração da Intel, pode se dar ao luxo de optar pela AMD para economizar dinheiro. Mesmo que você perca um pouco de desempenho, esses processadores ainda são bem rápidos.

Testes

O equipamento que usei para testar foi: GPU RTX 2080 Ti, Asus ROG Crosshair VIII (WiFi), Memória RAM G. Skill Trident Z Royal de 16 GB (2 X 8 GB) DDR4 3600, SSD de 500 GB Samsung 970 Evo NVMe M.2 Focus GX-1000 e um sistema de refrigeração Noctua NH-D15.

De cara, quero destacar o desempenho geral do Ryzen 7 3800XT em comparação com o Ryzen 9 3900XT: você verá pontuações multi-core muito mais altas com o Ryzen 9 3900XT, porque ele tem quatro núcleos a mais do que o Ryzen 7 3800XT, mas ambos os chips são mais ou menos iguais quando se trata de desempenho de núcleo único (single core), especialmente em jogos.

O Ryzen 7 3800XT supera o Ryzen 9 3900XT em 130 pontos no Geekbench 4, porque possui 100 MHz de vantagem no clock base, e também em 22 segundos transcodificando um vídeo 4K para 1080p a 30 quadros por segundo no Handbrake. Mas o Ryzen 9 3900XT o destrói na análise de múltiplos núcleos no Geekbench e ao renderizar uma imagem 3D no Blender. Tudo isso significa que, para a maioria das pessoas, o Ryzen 7 3800XT é a melhor escolha.

E estranhamente, dadas as especificações quase idênticas entre as versões X e XT, não faz sentido o porquê de o Ryzen 9 3900X superar o Ryzen 9 3900XT no Handbrake e no Blender, mas não no Geekbench ao analisar múltiplos cores. Além disso, o Ryzen 9 3900XT supera o 3900X no Civilization VI.

O Ryzen 9 3900X foi testado anteriormente pelo Gizmodo, por isso não sei por que essa anomalia existe. Pode ser qualquer coisa, desde o uso de banco de um equipamento de teste diferente até uma falha no driver do chipset ou na versão da BIOS. O Ryzen 9 3900 e o Ryzen 7 3700X foram testados com uma GTX 1080 Ti, responsável pela maior diferença no teste de GPU do Civilization VI, mas os outros números de teste podem ser o resultado do uso de mais RAM.

A mesma estranheza também se estende aos Ryzen 7 3700X e Ryzen 7 3800XT. O Ryzen 3700X é mais rápido no Handbrake e no Blender, mas não no Civilization VI. As versões X e XT ainda são incrivelmente rápidas, então é estranho que os XTs, que são tecnicamente mais rápidos, se saírem piores nos testes que os Xs.

Para quem é

Se você não vai editar vídeos ou criar jogos de videogame em 3D, e seu único objetivo de atualizar sua CPU é para jogar, os chips de 10ª geração da Intel são a melhor escolha por preços comparáveis.

Em 4K, todo processador tem desempenho quase idêntico (quando emparelhado com a mesma GPU) porque a CPU tem muito menos impacto no desempenho ao executar jogos com uma resolução alta.

Por esse motivo, é muito melhor comparar CPUs para jogos em uma resolução de 1080p. As CPUs de desktop de 10ª geração da Intel superam a mais recente da Ryzen, da AMD, em 15 a 30 quadros por segundo, em média, nos jogos testados com gráficos no talo. Mas, observando apenas os Ryzen XTs, a diferença entre as três é de apenas 1 a 4 fps (quadros por segundo) em média.

Conclusões

Existem algumas coisas que podemos concluir de tudo isso.

Primeiro, a Intel é melhor em diferenciar suas velocidades de clock base/boost na mesma geração de processadores. Assim, gastar mais pelo chip de melhor desempenho se torna uma decisão mais razoável.

Segundo, a AMD é melhor em diferenças geracionais de desempenho, fazer a troca de uma CPU Ryzen de segunda geração para um Ryzen de terceira geração, seja X ou XT, faz mais sentido do que atualizar na mesma geração.

Terceiro, a AMD parece tornar seus chips de última geração mais caros por causa do melhor desempenho de vários núcleos, embora sempre perca para a Intel nos teste de núcleo único; o Intel Core i9-10900K custa cerca de US$ 530 no varejo. O Ryzen 9 3900XT tem preço sugerido de US$ 500, mas provavelmente será vendido a preços mais altos e se aproximará ao valor do Core i9-10900K.

O Core i5-10600K ainda é o mais impressionante do grupo, quando você leva em consideração a contagem de núcleos, o clock base/boost, e o preço. Pessoalmente, escolheria ele no lugar de qualquer um desses processadores AMD, se não fosse pelo fato de que eu teria que comprar uma nova placa-mãe Intel. Atualmente, tenho uma CPU AMD no meu equipamento pessoal.

Qualquer um desses chips Ryzen XT funcionará na sua placa-mãe AMD atual, pois a AMD está usando o mesmo soquete. Em vez de gastar US$ 200 em uma nova placa-mãe para processador Intel, esse dinheiro pode ir para um Ryzen de ponta, mas isso só faz sentido se você já estiver usando a plataforma Ryzen.

Os novos Ryzen XTs existem apenas como opções extras para os consumidores. Eles não trazem nada de sensacional para a atual linha de processadores AMD e tornam as coisas mais confusas do que precisam quando se trata de escolher um caminho de atualização.

Como os preços das versões X continuam a cair, será ainda mais difícil justificar gastar US$ 30 ou mais por 100-200 MHz extras. Isso parece um erro da AMD, mas pelo menos os processadores são tão bons quanto os da versão X. Deixe para ficar empolgado quando as CPUs de quarta geração da empresa chegarem.

Leia-me

  • Não consegue superar os processadores Intel de 10ª geração para desktop em nada além de vários núcleos.
  • A adição de processadores XT à linha existente da AMD cria um caminho de atualização pouco claro.
  • Por que a AMD tem um monte de CPUs, seguindo o mesmo modelo da Intel?
  • Não será necessário comprar uma nova placa-mãe a menos que você ainda tenha uma placa-mãe da série 300.