A Apple anunciou hoje sua nova linha de iPads Pro, os modelos maiores da família de tablets, voltados para produtividade. Eles ganharam bordas menores, encolheram de volume e receberam recursos interessantes, como Face ID e USB-C.

Novo MacBook Air perde bordas, fica mais fino e começa a ser vendido por US$ 1.199

O iPad Pro menor, de 10,5 polegadas, ganhou um pequeno acréscimo no tamanho de tela. Agora, o display tem 11 polegadas, e o aparelho manteve seu tamanho. Isso foi possível graças às bordas menores. Já o modelo maior, de tela de 12,9 polegadas, ficou menor. Ele tem 25% menos volume que a versão anterior, e a espessura é de apenas 5,9 mm. As telas são Liquid Retina e contam com taxa de atualização de 120 Hz.

Os tablets também abandonaram o botão Home — agora, a navegação é toda feita por gestos, como acontece com os iPhones desde o iPhone X. Também não tem mais leitor de digitais — o desbloqueio é feito por reconhecimento facial, usando Face ID com duas câmeras.

Os novos iPads Pro também contam com o chip A12X Bionic. Ele inclui uma CPU de 8 núcleos, uma GPU de 7 núcleos e um processador neural. A Apple promete 35% mais velocidade em tarefas de um núcleo só, 90% mais velocidade em tarefas que usam todos os núcleos e um desempenho melhor do que 92% dos computadores portáteis do mercado.

O novo iPad Pro também conta com porta USB-C, uma mudança sensível para uma empresa que sempre preferiu seus padrões proprietários. Graças a ele, é possível conectar vários tipos de dispositivos e acessórios. Dá até mesmo para carregar seu iPhone usando a porta. Ah, a Apple promete que a bateria dos novos iPads dura um dia inteiro de uso.

Junto com os novos tablets, foi apresentada a segunda geração do Apple Pencil. A caneta stylus se prende ao aparelho magneticamente, e o carregamento é feito sem fios — basta encaixar e deixar a bateria encher. Ela também oferece suporte a duplo toque para mudar de ferramenta, um gesto que pode ser customizado dependendo do aplicativo.

O Smart Keyboard Folio, aquela capinha com teclado, também ganhou novidades, e agora oferece a possibilidade de ajustes mais finos.

No evento, houve demonstrações do game NBA 2K19, com gráficos incrivelmente realistas, e do Photoshop, que agora tem uma versão completa para iPad Pro.

O novo iPad Pro de 11 polegadas custa a partir de R$ 6.799. Já o novo iPad Pro de 12,9 polegadas tem preços começando em R$ 8.399. Há quatro opções de armazenamento (64 GB, 256 GB, 512 GB e 1 TB), duas de conexão (Wi-Fi e Wi-Fi + 4G) e duas cores (prateado e cinza-espacial). A combinação mais cara — iPad Pro de 12,9 polegadas, com 1 TB de armazenamento e Wi-Fi + 4G — sai por R$ 15.599. Eles chegam ao mercado norte-americano no dia 7 de novembro — ainda não há informações da disponibilidade por aqui.

Siga o Gizmodo Brasil no Instagram.