É bem constrangedor ver pessoas imprimindo direções do Google Maps mesmo quando elas têm smartphones, mas isso fica muito menos ridículo quando esses mapas saem de impressoras 3D e são uma forma de permitir que deficientes visuais caminhem com segurança por uma cidade.

O Órgão de Informação Geoespacial do Japão, responsável por mapeamento e manutenção de dados geográficos sobre o país, lançou um software especial que permite que usuários selecionem e então criem um mapa de uma região específica com ruas e outras informações relevantes que aparecem em destaque.

A agência já trabalha para atualizar os dados de mapas para garantir que recursos como ruas e estradas de ferro sejam facilmente reconhecíveis quando um usuário escolher criar uma versão impressa em 3D. O hardware necessário para produzir tais mapas ainda é proibitivamente caro para a maior parte das pessoas, mas conforme as impressores 3D forem aperfeiçoadas com o tempo, elas inevitavelmente chegarão a um preço comparável às de jato de tinta. E, quando isso acontecer, o software estará ainda melhor, e se tornará uma ferramenta essencial para pessoas com deficiência visual. [The Asahi Shimbun viaDamnGeeky]