Existem dois tipos de pessoas no mundo: aquelas que querem colocar o modo escuro em tudo e aquelas que, por algum motivo, não ligam de serem cegadas ao abrirem aplicativos com fundo branco durante a noite. Como você provavelmente já deve ter adivinhado, eu faço parte do primeiro grupo e é por isso que eu estava curioso para conferir o “Dark Theme” (tema escuro) oficial no Android Q. Então, aqui vai uma prévia rápida.

Pra começar, é muito fácil ativar o tema escuro. Basta puxar a barra de configurações rápidas e clicar no ícone que parece um cookie minimalista preto e branco, ou você pode ir ao menu de configurações do celular, encontrar a seção de Display, clicar na opção Tema, e selecionar o tema escuro ou claro. Dito isso, apenas um quarto dos celulares de demonstração que o Google tinha disponível com a versão mais recente do Android Q beta possuía o ícone de acesso rápido a essa configuração. Considerando que o Android Q ainda está sendo trabalhado, isso até que é esperado.

Uma vez ativado, é possível perceber que o novo tema escuro do Android é mais do que apenas uma experiência de UI (interface de usuário), o que eu suspeito que seja por isso que o recurso é chamado de tema escuro em vez de modo escuro. Não são apenas as notificações que mudam do branco para o preto, o que é ótimo principalmente para aparelhos com display OLED, mas também outros elementos como a gaveta de aplicativos do Android, a área de notificações, e o menu de configurações. Em alguns casos, como nos aparelhos de demonstração, é possível mudar do branco para um cinza escuro.

Entretanto, existem alguns detalhes do tema escuro do Android Q que ainda precisam ser ajustados. Atualmente, quando o tema escuro é ativado, não existe nenhum requisito para que o fundo seja totalmente preto em vez de um cinza escuro; a escolha fica a critério individual de cada fabricante de celular. Idealmente, deveria haver opções para ambos, mas considerando que o Android Q só será lançado daqui a uns meses, aceitamos o que ele tem para oferece até agora.

O verdadeiro potencial do tema escuro do Android Q é que, ao ativá-lo, ele também cria um identificador no Android que pode ser visto por outros aplicativos para que eles saibam qual tema o usuário está utilizando. Isso significa que, no futuro, ao ativar o “dark theme” do Android, desenvolvedores de aplicativos poderão visualizar essa marca e automaticamente ativar as versões em tema escuro de aplicativos como Twitter, Signal, Slack e outros sem a necessidade de o usuário configurar cada app individualmente.

Em alguns aspectos, esse seria o sonho ideal: você ativa o tema escuro uma única vez e, a partir daí, você vai viver em um mundo feito exclusivamente de aplicativos em modo escuro. Nada de fundos super brilhantes mais. E para todos aqueles que ainda não entenderam a vantagem do novo recurso, uma tela branca não é a mesma coisa que um papel branco, e fabricantes de aparelhos e desenvolvedores de aplicativos deveriam reconhecer isso. Além disso, apesar de ainda ser uma melhora relativamente pequena, ativar o tema escuro pode ter um leve efeito positivo na duração da bateria do seu celular.

O Google já começou a adicionar o tema escuro em aplicativos como YouTube e Google News, e se comprometeu a disponibilizar o recurso para todos os apps da própria empresa.