A Apple anunciou a nova geração do iPad Pro na conferência WWDC, em junho. Pouco mais de um mês depois, os modelos chegam ao Brasil com preços a partir de R$ 4.999. O modelo tem um hardware um pouco mais potente do que a versão anterior, com o processador A10X Fusion de seis núcleos e a GPU de 12 núcleos que acompanha. O tablet tem ainda 4 GB de RAM.

• [Review] O novo iPad Pro é incrível, mas não vale o upgrade
• iOS 11: Todas as belas novas funções chegando para seu iPhone e iPad

A grande novidade dessa geração está na tela, com brilho de 600 nits, suporte a vídeos HDR e taxa de atualização de 120 Hz – isso significa que a tela é atualizada 120 vezes por segundo. A diferença é percebida especialmente no uso da Apple Pencil. Como comentamos em nossa análise, a nova geração do tablet oferece uma experiência melhor para artistas, mas para o resto de nós as diferenças não ficam tão evidentes.

O corpo dele está um pouco diferente, as bordas frontais estão menores, o que o deixou mais compacto. A câmera também recebeu um upgrade, incorporando o sensor traseiro do iPhone 7 – são 12 megapixels, estabilização óptica de imagem e lente f/1,8, enquanto a câmera frontal tem 7 megapixels.

Estes são os preços dos modelos de 10,5 polegadas:

• 64 GB e Wi-Fi – R$ 4.999
• 256 GB e Wi-Fi – R$ 5.799
• 512 GB e Wi-Fi – R$ 7.399
• 64 GB e Wi-Fi + 4G – R$ 5.999
• 256 GB e Wi-Fi + 4G – R$ 6.799
• 512 GB e Wi-Fi + 4G – R$ 8.399

E para os modelos de 12,5 polegadas:

• 64 GB e Wi-Fi – R$ 6.199
• 256 GB e Wi-Fi – R$ 6.999
• 512 GB e Wi-Fi – R$ 8.599
• 64 GB e Wi-Fi + 4G – R$ 7.199
• 256 GB e Wi-Fi + 4G – R$ 7.999
• 512 GB e Wi-Fi + 4G – R$ 9.599

A Apple Pencil é vendida separadamente e custa R$ 749.

Os modelos já estão à venda no site da Apple Store e estarão disponíveis gradativamente no varejo.

Imagem do topo: Alex Cranz/Gizmodo