Tenho esperado isso acontecer já há um tempo e estou surpreso que só tenha acontecido agora. Com o lançamento do Red Magic, da Nubia, temos finalmente um smartphone voltado para games com luzes RGB decorativas.

Deixe o turismo de lado e se concentre apenas nesta suíte gamer de hotel
O melhor uso da realidade aumentada é jogar Street Fighter na rua

Por anos, desktops e consoles tiveram vários tipos de gadgets e acessórios luminosos para personalização. Então, quando a Razer lançou seu smartphone gamer no ano passado, parecia a oportunidade perfeita para trazer a diversão das luzes para o mundo móvel. Mas eles não o fizeram, e eu fiquei um pouco desapontado. Como a Razer, uma empresa que vende um copo de aço inoxidável com uma base de luz  RGB, não fez isso?

Deixando isso de lado, o fato é que o Red Magic foi lançado nos Estados Unidos e, embora conte com várias características gamers, como o esquema de cores preto e vermelho e seu nome estiloso, este smartphone parece bem legal. Uma faixa na parte traseira no meio do telefone pode ser personalizada para “reproduzir sua persona gamer” (seja lá o que for que isso significa) e pode apresentar 16 milhões de diferentes cores.

A câmera traseira de 24 megapixels também conta com uma lente hexagonal, o que é complementado pelo sensor de digitais hexagonal também na parte traseira. O smartphone tem um botão dedicado para acionar o software de impulso de desempenho, o que ajuda a rodar games que exigem mais capacidade de processamento. Ah, e para assegurar que você não fique com as mãos suando, o Red Magic tem um dissipador de calor com três aberturas e um “sistema de resfriamento a ar.”

Quanto ao resto das especificações, o Red Magic vem com Android 8.1, 8 GB de RAM e armazenamento de 128 GB. A bateria é de 3.800 mAh — um bom número, mas pequeno quando comparado com os 4.000 mAh do Black Shark, o smartphone gamer da Xiaomi. A Nubia, que tem a ZTE entre suas acionistas, incluiu até suporte a DAC e amplificador DTS para assegurar a potência de um som estéreo alto.

O mais estranho do Red Magic é que ele vem equipado com o processador Snapdragon 835, em vez do novo chip SD845. E, diferentemente do Razer Phone, o Red Magic conta com uma tela de 120 Hz.

Com um preço sugerido de US$ 400 quando entrou em pré-venda na plataforma de financiamento coletivo IndieGogo (US$ 300 a menos que o Razer Phone), é difícil reclamar das especificações do Red Magic.

No geral, com a Razer, Xiaomi e ZTE/Nubia entrando na onda dos smartphones para games, a Asus também deve entrar nesse segmento. Além disso, esta não será a primeira vez que um smartphone tem um sistema de iluminação traseiro. E embora essa tecnologia seja estúpida, eu estou bem feliz.

Todas as imagens por Nubia