O ano de 2018 tem sido bem calmo em relação a smartphones, com vários dispositivos topo de linha, entre eles o Galaxy S9 e o iPhone Xs, trazendo basicamente o mesmo design de seus antecessores. Porém, à medida que nos aproximamos de 2019, telefones como o Oppo Find X e este maravilhoso novo dispositivo de tela dupla sugerem que as coisas podem ficar muito mais interessantes bem em breve.

Criado pela empresa chinesa de smartphones Nubia (que é, em parte, de propriedade da ZTE), o Nubia X resolve o problema de onde colocar a câmera de selfie em um smartphone de tela que toma toda a parte frontal do aparelho. Como? Desviando-se completamente da questão.

Isso porque, em vez de usar a tela LCD principal, de 6,1 polegadas, e uma câmera frontal para tirar selfies, você pode simplesmente virar o telefone e usar sua câmera traseira e uma tela OLED secundária de 5,1 polegadas e resolução de 1.520 x 720 na traseira para enquadrar sua foto.

Essa solução pode parecer um exagero, mas, de certa forma, é um design geral muito mais simples. As câmeras estão rapidamente se tornando muito mais difíceis e caras de se produzir do que as telas, e, ao incluir apenas um módulo na parte de trás, ela dá aos fabricantes de smartphones a capacidade de se concentrar mais em oferecer uma experiência de fotografia única e de alta qualidade.

Além disso, com a prevalência de tantos telefones projetados com painéis de vidro na frente e atrás, o Nubia X não deve ser muito mais frágil do que um dispositivo típico. Ademais, essa tela extra pode ser usada para muito mais do que apenas selfies. A Nubia diz que a tela traseira, sempre ativa, pode mostrar sua arte favorita, ser usada como relógio ou até funcionar como um segundo monitor completo, com acesso a todas as telas e a aplicativos padrão do Android.

Agora, a traseira do seu telefone não precisa ser reservada apenas para um vidro em branco. Imagem: Nubia

Por dentro, as especificações do Nubia X também parecem bem consistentes — com um chip Snapdragon 845, da Qualcomm, 6 ou 8 GB de RAM, até 128 GB de armazenamento e uma grande bateria de 3.800 mAh. E, como não tem espaço na frente ou atrás para um leitor de impressões digitais tradicional, a Nubia optou por um leitor dentro da tela, como o que já vimos no OnePlus 6T e no Huawei Mate 20.

Mesmo que não pareça haver planos de levar o Nubia X para os EUA — e para diversos outros mercados importantes —, é legal ver que existem empresas pensando em maneiras de tornar as novidades nos smartphones diferentes e chamativas novamente.

Imagem do topo: Nubia