Números de celular em SP podem ficar mais longos (e mais elegantes)

Lembra os tempos mais simples, quando os números de telefone tinham só cinco dígitos? Provavelmente não! Porque mais dígitos representam progresso - quanto mais, melhor, certo? É por causa do progresso que os números de celular no estado de São Paulo podem ficar maiores já no ano que vem, passando para até dez dígitos. UPDATE

Lembra os tempos mais simples, quando os números de telefone tinham só cinco dígitos? Provavelmente não! Porque mais dígitos representam progresso – quanto mais, melhor, certo? É por causa do progresso que os números de celular no estado de São Paulo podem ficar maiores já no ano que vem, passando para até dez dígitos. UPDATE

whatsapp invite banner

Isso porque a Anatel encaminhou proposta para consulta pública prevendo essa medida. O motivo? São Paulo tem tanto celular que as operadoras e a Anatel têm medo que falte número para tanta gente. Segundo a Anatel, dos 180 milhões de linhas celular no Brasil, 45 milhões estão em SP – ou seja, 25% das linhas de celular do país inteiro estão em um só estado, então é mesmo de se esperar que faltem números de celular, por exemplo, dentro de um mesmo DDD.

Ainda não há prazo para a adoção dos números de 10 dígitos: a proposta ainda será debatida por especialistas e representantes do setor de telecomunicações. Mas a medida só deverá valer para linhas novas de celular no estado de São Paulo – por enquanto, linhas móveis de outros estados e linhas fixas não serão afetadas. Eu já estou pensando em trocar de linha: imagina ter um número tipo 481-516-2342? Isso é chique (e perigoso!). É progresso. [Info; imagem via iTunes]

UPDATE: O G1 explica melhor como serão os novos números de celular. A medida só valerá para as linhas da Grande São Paulo, que hoje usam o DDD 11. E vai funcionar assim:

[O]s celulares que entrarem depois da implantação da medida serão precedidos do código 10 e os atuais telefones manterão o código 11, que já faz parte do número, mas não é usado atualmente nas ligações locais. Depois da mudança, para fazer uma ligação para os atuais celulares, a pessoa deverá discar 11 e o número antigo. Para chamar os celulares adquiridos a partir da alteração, será necessário discar 10 e outros oito dígitos.

Por exemplo, se você mora em São Paulo e hoje seu número é 8151-6234, quem mora na Grande SP terá que discar 11-8151-6234 – sem código de operadora, porque a ligação não é interurbana. Quem está fora da Grande SP disca 0-XX-11 mais o número do telefone, que nem hoje. Maaaas se você comprar uma linha nova, as pessoas vão discar 10-1234-5678 na Grande SP, e 0-XX-10-1234-5678 fora da Grande SP. Claro, isso vale apenas para celulares: números fixos permanecem a mesma coisa de hoje. Hmmm, confuso.

Na prática, parece que a Grande SP terá dois DDDs de celular: 11 para números antigos, e 10 para os novos. Bem, a gente aprendeu a usar código de operadora pra fazer interurbano… quem sabe aqui seja questão de se acostumar também. (Valeu, Thiago Sousa!)

fique por dentro
das novidades giz Inscreva-se agora para receber em primeira mão todas as notícias sobre tecnologia, ciência e cultura, reviews e comparativos exclusivos de produtos, além de descontos imperdíveis em ofertas exclusivas