Nós já ouvimos rumores de que a Nvidia estava trabalhando em um tablet próprio. Agora a empresa está pronta para revelá-lo ao mundo: o Tegra Note é uma plataforma que trará tablets de 7 polegadas por US$ 199.

No entanto, ele não será lançado pela própria Nvidia: trata-se de um design de referência para outras fabricantes, como EVGA, Xolo e HP.

Por fora, temos uma tela IPS de 7 polegadas com resolução 1280 x 800 – menos do que o novo Nexus 7, infelizmente. Mas há suporte a caneta digitalizadora, e a tecnologia NVIDIA DirectStylus permite maior precisão mesmo com stylus comuns.

Por dentro, ele virá com um processador Tegra 4 quad-core, chip gráfico GeForce, e suporte à TegraZone – apps e jogos otimizados para o processador, que não estão disponíveis em outras plataformas.

Tegra-Note-back

O Tegra 4 também traz outras coisas bacanas: ele permite à câmera tirar fotos instantaneamente em HDR, em vez de esperá-la tirar várias fotos e combiná-las via software. Além disso, ela grava em slow motion a até 100 quadros por segundo. A câmera tem 5 megapixels.

Quanto ao som, há dois alto-falantes e uma porta para reflexo de baixos; e a tecnologia PureAudio fornece áudio em maior faixa de frequência que outros tablets.

E quanto ao software? A Nvidia vai fornecer o Android puro, e será responsável pela atualização de todos os Tegra Notes. Ou seja, os updates virão direto da Nvidia – não das fabricantes – através de OTA. Se funcionar mesmo, será ótimo!

slate-extreme-hero_tcm_245_1489166

Uma das primeiras fabricantes a anunciar seu Tegra Note é a HP. Ela chama seu tablet de Slate 7 Extreme (acima), e ele traz o que mencionamos aqui – nada a mais, nada a menos.

Mas se o hardware é basicamente o mesmo, e o software é o Android padrão, como as fabricantes vão diferenciar o tablet? A Nvidia diz que, no início, cada fabricante venderá o Tegra Note em um mercado diferente – então elas não concorrem entre si com o mesmo tablet. E, no futuro, há potencial para cada empresa mudar um pouco o design original e fazer seu próprio Note.

O objetivo da Nvidia com este programa é alavancar a venda de seus processadores Tegra 4. Na maior parte, os tablets lançados/anunciados este ano usam processadores de outras fabricantes, como Qualcomm e Intel.

Uma iniciativa semelhante da Nvidia, que prometia diversos tablets com Tegra 3 e Android por US$ 199, basicamente fracassou no ano passado depois que o Nexus 7 chegou ao mercado. Será que agora vai?

Os primeiros Tegra Notes chegarão ao mercado no mês que vem. [Nvidia via The Verge]