A Acer anunciou hoje que entrará de vez na disputa do mercado de tablets com uma “família inteira” de aparelhos – incluindo um conceito com duas telas. E uma loja de músicas e aplicativos de plataforma neutra criada pela empresa. Confira.

A Acer prometeu uma experiência de uso consistente em todos os aparelhos, independente da plataforma – o que significa que a leva de aparelhos será uma mistura de tablets com Android e Windows. Mas antes de tudo: o tablet Iconia, com duas telas.

Iconia

O Iconia é como um netbook rodando Windows 7, mas com uma segunda tela onde normalmente fica o teclado (como numa versão maior do Libretto, da Toshiba). Se o usuário coloca as duas mãos na tela debaixo, um teclado virtual automaticamente surge, antecipando seus pensamentos. Há controles por gestos também, para uma interação mais fácil com o sistema.

Android e Windows

O tablet de 10 polegadas com Android é a estrela da festa – com Tegra 2, a parte gráfica é o grande lance do modelo, que é capaz de rodar vídeos em 1080p. Há uma saída HDMI e a resolução da tela é de 1280 por 800, um número de muito respeito. Ele rodará a versão Honeycomb do Android, como seu irmão menor de 7 polegadas, que terá a mesma resolução de tela e processador da Qualcomm de 1,2GHz. Ambos ainda não foram batizados oficialmente, mas devem chegar em abril de 2011.

Há também um aparelho de 5 polegadas, no estilo Streak, que promete uma experiência web completa:

O smartphone tem câmera frontal de 1.3MP, 8MP na lente traseira, sendo capaz de filmar em 720p. Por dentro, processador Snapdragon de 1GHz, Wi-Fi no padrão n, 3G e Bluetooth 3.0. E ainda rola uma saída HDMI.

Sobre início de vendas de todos os produtos que levam o robozinho, parece que depende só do Google: a Acer não quer lançar um tablet com sistema operacional feito para smartphones, por isso eles aguardarão o Android 3.0.

Por último, a Acer também anunciou um tablet de 10 polegadas com Windows 7 que terá um teclado destacável como acompanhamento. Ele deve ser o primeiro a chegar ao mercado, com promessa para fevereiro do próximo ano – mas, como os outros, ele também não foi batizado, o que nos dá a sensação de que essa previsão pode ser um pouco otimista demais.

clear.fi

A Acer quer unificar os aparelhos no sistema batizado clear.fi. Basicamente, quando você baixa algum conteúdo, ele ficará disponível para todos aparelhos via clear.fi. Assim, será possível fazer streaming de conteúdo via Wi-Fi – ele descobre automaticamente os aparelhos conectados – e usa uma interface simples de arrastar e soltar para espalhar o conteúdo por aí.

As fontes ficam na esquerda, o conteúdo no meio e os aparelhos destinatários na direita.

Parece bem simples! Mas, claro, será preciso algum aparelho da Acer de no máximo 2009 para ter compatibilidade com o clear.fi.

Alive

A “loja da próxima geração” da Acer foi batizada de Alive. Mas o que ela tem de diferente de outras lojas de aplicativos? A Acer diz que ela é “em tempo real”. Cada conteúdo é um feed, que é exibido ao usuário em tempo real. Estou curioso para ver como funciona ao vivo. Ele também é global e local, ou seja, será possível criar ofertas regionais e parcerias com provedores locais. É uma loja baseada na nuvem – o que significa que mesmo que você perca o aparelho, você não perde seu conteúdo – e as compras serão feitas num sistema de um clique.

O sistema My Channels filtra o conteúdo por interesses específicos, como num canal de TV – o provedor de conteúdo pode agrupar um tipo de programas, qualquer tipo, por idade, sexo, ou qualquer tipo de interesse. No mesmo esquema, o Alive Recommends sugere coisas que você talvez possa gostar, baseado no que já está na sua biblioteca.

E na parte do conteúdo? Parece que a Acer terá um início bem sólido: 8 milhões de músicas na loja, além de milhares de filmes e um bom número (não revelado) de livros, pelo menos para a estreia da rede. Que, inclusive, será no dia 20 de dezembro, na Inglaterra e na Itália, apenas para aparelhos com Windows 7, e deve se expandir para a América, Europa e Ásia no segundo trimestre de 2011. E, apesar da exclusividade do Windows 7 no lançamento, a Acer promete que o Alive será uma rede de plataforma neutra a partir do primeiro trimestre do próximo ano.

Qualquer aparelho da Acer poderá acessar a Alive, mas é claro que o conteúdo em HD será um tanto limitado para quem têm celulares antigos.