Comtemple o buraco negro mais distante do universo. Mas não contemple muito perto senão ele engole você, com todos os seus péssimos poderes de 8 bits. Este buraco negro tem a massa de um milhão de sois.

E por isso ele é chamado de buraco negro supermassivo, como a minha primeira esposa. Ele está a 12,8 bilhões de anos-luz de distância, localizado no centro do uma galáxia tão grande quanto a Via Láctea. Um lugar tão antigo, sem dúvida, que ainda roda em consoles NES.

O astrônomo Tomotsugu Goto — esse nome parece que saiu dos créditos de um jogo da Nintendo — usou o telescópio Subaru de 8 metros de comprimento, no pico da montanha Mauna Kea, operado pelo Observatório Astronômico Nacional do Japão. Goto diz que isto tem implicações para entender como o universo evoluiu, dizendo que "a galáxia e o buraco negro devem ter se formado muito rápido", surgindo como um cogumelo mágico quando o universo tinha menos de um bilhão de anos de vida — hoje ele tem 14. [Universidade do Havaí via Bloomberg]