Uma pequena demonstração do filme The Social Network já rendeu algumas palavras dos críticos, com Peter Sciretta, do /Film, declarando-o como “filme favorito do ano (disparado)”. Sim, esse é o filme sobre Zuckerberg criando o Facebook.

Mesmo não estando na versão 100% final, o filme foi transmitido para poucas publicações selecionadas a dedo, e levando em consideração seus primeiros pensamentos, a chance de ele se tornar um filme premiado é alta. Sim, nós ainda estamos falando do filme do Facebook.

Sciretta escreveu que “após chegar em casa depois da sessão, eu fiquei tentado em ler o roteiro inteiro – o que mostra quão bom ele é.”

O jornal Sidney Morning Herald ficou igualmente satisfeito. “Este é um filme impressionante sobre uma das mais importantes mudanças sísmicas na comunicação da era moderna, e mostra como inovação e ética não estão sempre relacionadas.”

Percebendo que o conteúdo poderia assustar as pessoas que não estão muito ligadas em códigos e outras nerdices, o Cinematical disse que a demonstração que “com The Social Network, o diretor David Fincher e o roteirista Aaron Sorkin transformaram um conteúdo claramente nerd e seco sobre personagens nerds e secos em um dos filmes obrigatórios do ano, e eles não perdem nenhum tempo e vão direto ao assunto.”

Se um filme sobre o Facebook pode ser um sucesso nos cinemas – e não apenas no BitTorrent – podemos esperar filmes similares sobre o Twitter? O MSN? Ou talvez sobre o moribundo Bloglines?