A morte do Flash vem sendo lenta e agonizante, e a equipe de desenvolvimento do Chrome decidiu dar o golpe final. Seguindo uma promessa feita em junho para eliminar os anúncios em Flash no Chrome, o navegador preferido do mundo vai desativar todos os elementos em Flash “que não sejam centrais à página da web”.

O que isso significa? O Chrome vai ficar mais rápido e consumirá menos bateria. Ótimo.

O Google vem se preparando para esse dia há anos, construindo ferramentas para criadores de anúncios converterem tranquilamente anúncios em Flash em HTML5. Por exemplo, se um anúncio é carregado via Google Adwords, ele é automaticamente convertido.

O que falta agora ao Flash é finalmente poder descansar em paz. [Google]