Muito antes da existência do Instagram, jovens já gostavam de compartilhar suas fotos para amigos na internet. Eles usavam o Fotolog.

Era uma rede social antes do conceito de redes sociais se espalhar por aí (lembro dele sendo bastante popular em 2003, antes do Orkut): as pessoas compartilhavam as fotos (uma por dia), e os amigos entravam para comentar (havia limite de comentários por foto). Os usuários não eram só pessoas comuns – alguns estabelecimentos (normalmente frequentados por jovens) também tinham uma conta, por exemplo.

Surpreendentemente, até o fim de 2015, o Fotolog existia. Agora, aparentemente, ele não existe mais.

Desde segunda-feira usuários relatam dificuldades para acessar o site do serviço – tente entrar por conta própria e você verá que ele não funciona mais. Os apps para Android e iOS foram retirados das respectivas lojas de apps. Tudo indica que, de fato, não há mais Fotolog, e o pior é que os usuários não foram avisados disso e não tiveram oportunidade de recuperar as fotos lá postadas – um pedaço da adolescência de muita gente que simplesmente deixou de existir.

Por mais que o serviço não tivesse muita relevância nos dias de hoje, é triste quando um pedaço da internet brasileira (e da vida digital de muitos brasileiros) desaparece. Você podia não usar o Orkut mais, mas certamente bateu uma tristeza quando ficou sabendo que ele seria desativado. O mesmo vale para o Fotolog.

Se for realmente o fim, descanse em paz, Fotolog.

[CanalTech, TechTudo]