Será que os rápidos avanços da tecnologia e ciência, em genética e inteligência artificial, estão nos levando para um momento no tempo — uma singularidade tecnológica — quando máquinas ultrainteligentes cuidarão de seus próprios upgrades enquanto os humanos estarão livres para arquitetar a própria evolução?

Os Transhumanistas acreditam nisso, e contemplam como a tecnologia poderá ser usada para aumentar nossas capacidades físicas e mentais.

A revista H+ juntou algumas das principais mentes transhumanistas e bateu um papo voltado para o sexo. Ele ainda existirá da forma como o conhecemos hoje?

Sexo para procriação será separado do sexo por prazer. O poliamorismo [NT: estar em múltiplos relacionamentos amorosos ao mesmo tempo, com o conhecimento e consenso de todos os envolvidos] será a regra. Afinal, se eu fiz o upload de mim mesmo, me dupliquei e existo na forma de cópias idênticas em cyber-espaços coexistentes com o mundo real, onde eu termino e começa o outro eu? — Extropia daSilva

Exosex, ou o sexo fora do corpo biológico, seria simulado na virtualidade, mais ou menos como no Second Life, Skype ou outros formatos digitais onde o sexo é amplificado, melhorado, digitalizado e sintetizado. Será mais real do que o real — será uma experiência hyperrealista. — Natasha Vita-More

Uau. Mais conceitos malucos no link à direita — não exatamente Safe For Work. [H+ Magazine via Fleshbot NSFW]