O iPad custa mais ou menos US$ 260 para ser construído

As tradicionais análises de componentes do iSuppli, que buscam avaliar exatamente quanto um determinado produto custa para ser produzido, atraem uma parte primordial da gente: aquela parte que quer saber se foi passada para trás ou não.

As tradicionais análises de componentes do iSuppli, que buscam avaliar exatamente quanto um determinado produto custa para ser produzido, atraem uma parte primordial da gente: aquela parte que quer saber se foi passada para trás ou não.

"Quanto a empresa lucrou em cima de mim? Paguei caro demais?" É muito inteligente montar um site sobre a ideia de responder a estas perguntas. Porque todo mundo quer saber essas respostas.

Mas é complicado. Apontar quantos dólares foram gastos pela Apple em cada iPad que existe. Mesmo se você desconsiderar os custos de pesquisa e desenvolvimento, marketing e todos aqueles custos indiretos que compõem o preço de um produto de consumo, o preço que a Apple paga pelos componentes pode ser diferente da estimativa do iSuppli, assim como pode ser diferente o custo da produção em si.

Mas dane-se, certo? O que nós queremos é saber o quanto eles estimaram. Eis, em resumo:

– US$ 95,00 pelo display (multitoque é multicaro)
– US$ 26,80 pelo processador construído pela Samsung
– US$ 29,50 pela memória de 16GB (US$ 59 pela de 32GB; US$ 118 pela de 64GB)
– US$ 10,50 pela traseira de alumínio

No total, dá US$ 259,60 pelos componentes do modelo de 16GB, US$ 289,10 pelo de 32GB e US$ 348,10 pelo modelo de 64GB. Legal. Divertido. E aí, como você se sente? [BusinessWeek]

Sair da versão mobile