Astrônomos e garimpeiros ficaram empolgados quando cientistas descobriram um planeta forrado de diamantes. Mas isso é muito pouco, né. Por quê? Porque um novo planeta está levando a arte do bling a níveis estratosféricos: trata-se de um diamante gigantesco do tamanho de Júpiter.

O planeta é super denso e feito de carbono. Com o nível de densidade do local, os cientistas perceberam que o carbono deve estar cristalizado (leia-se “DIAMANTE”).

De acordo com Matthew Bailes, Universidade Swinburne de Tecnologia, em Melbourne, na Austrália:

“A história evolucionária e a densidade incrível do planeta sugere que ele é composto de carbono — por exemplo, um diamante enorme orbitando um estrela de nêutrons a cada duas horas em uma órbita tão apertada que caberia dentro de nosso próprio Sol”

Os astrônomos especulam que a nova joia é provavelemente o resto de uma gigantesca estrela que perdeu algumas camadas externas. Ele tem “apenas” um pouco mais de massa do que Júpiter, o maior planeta de nosso sistema, mas é 20 vezes mais denso. Infelizmente, para os amantes de diamantes da Terra, o plano está a 4 mil anos luz daqui.  [Reuters via @LoriBergamotto, Crédito da imagem: Reuters]