Eu estava imaginando quando isso iria acontecer: o Financial Times é o primeiro grande jornal a dizer publicamente e explicitamente “Obrigado, mas eu passo” para o novo modelo de assinatura do iOS, que significaria ceder 30% do rendimento das assinaturas feitas através do próprio aplicativo para a Apple.

Pelas regras da Apple, publicações que oferecem assinaturas fora do app seriam obrigadas a oferecê-las também dentro do app. Se as negociações que estão acontecendo entre o Financial Times e a Apple não forem bem, o app do FT pode ser tirado da App Store. O que seria meio chato, mas como um dos jornais de negócios mais importantes do mundo, o FT é mais capaz do que a maioria de conseguir ignorar o iPad completamente. [Reuters]