Faz apenas alguns anos que os seres humanos podem subir mais de meia milha acima da superfície da Terra sem precisar de combustível de aviação. Os edifícios que chegam a esta altura são um fenômeno relativamente novo — e eles são mais próximos da engenharia aeroespacial do que da arquitetura.

Depois de olhar para a mais recente safra de edifícios super altos (acima de 300 metros) ontem, notei que, enquanto fotos dos próprios prédios e podem ser encontradas em qualquer canto, raramente temos a vista de cima — imagens captadas a partir de suas plataformas de observação. Remexi os arquivos Creative Commons do Flickr e percebi que tem um monte de fotos dessas por lá, e elas são de tirar o fôlego.

Veja a galeria com as imagens: http://gizmodo.uol.com.br/o-que-da-para-ver-das-coberturas-mais-altas-da-terra/

Imagem de destaque: Bill Richards/CC