Não satisfeitos em construir misteriosas estruturas gigantescas no deserto, os chineses estão, agora, construindo portais interdimensionais no meio das cidades. O que diabos é essa estrutura de metal com 157 metros de altura em Fushun, a nordeste da província de Liaoning, na China?

Espere, eu sei: é só mais um exemplo do insano setor da construção civil chinês, o mesmo que levanta cidades-fantasma feitas de milhares de prédios pré-fabricados.



Ela é feita de incríveis 3 mil toneladas de aço e brilhará à noite graças à decoração composta por 12 mil lâmpadas de LED. De acordo com autoridades do governo municipal de Fushun, a estrutura titânica não faz absolutamente nada além de servir como um ponto de observação elevado. Eles alegam que se trata de uma “arquitetura de paisagem” — como a Torre Eiffel. Ela usa quatro elevadores para levar as pessoas até o topo.

A imprensa chinesa tem sido dura com a construção desde que um blogueiro publicou essas fotos no Sina Weibo, o equivalente ao Twitter da China. Sem surpresa, já que essa coisa custou US$ 16 milhões.

A defesa da cidade: “não há pessoas o suficiente para obras de entretenimento, então construímos um negócio que só é bonito, ok? SOMOS LEGAIS!” Ou algo parecido com isso. Eles também dizem que não há cidadãos em número suficiente para justificar outro prédio com… você sabe, alguma utilidade. Eles já têm todos os hospitais, centros recreativos e prédios municipais de que precisam, então provavelmente decidiram torrar o orçamento excedente nessa coisa.

De acordo com o Bureau de Construção Urbana de Fushun, o “Anel da Vida” significa “um céu circular e um caminho que leva ao paraíso.”

Eu acredito. A Internet, também. Veja as montagens no final deste post. [CRI English and Livedoor (Chinese) via The Atlantic]

Anel da Vida em construção.

Montagens com o Anel da Vida.