Parece um alimentador para humanos da Cyberdyne Systems, usado pela Skynet.

Na verdade, é um modelo experimental do Gerador de Sons para o relógio de 10 mil anos. Ele consegue gerar sequências de sons de sinos a cada dia por 10 mil anos, e existem mais de 3,5 milhões de possibilidades. O músico Brian Eno até usou o mesmo algoritmo para seu álbum "January 07003 – Bell Studies for the Clock of the Long Now".

Ideia do inventor Danny Hillis, o Relógio do Agora Distante (Clock of the Long Now) foi criado para operar com intervenção humana mínima (possui manutenção fácil), e é construído de materiais praticamente sem valor, para evitar que seja saqueado e destruído por civilizações futuras.

O primeiro protótipo começou a funcionar em 31 de dezembro de 1999, a tempo de tocar duas vezes pelo novo milênio, e agora está em exibição em Londres. Dois protótipos mais recentes estão em São Francisco (EUA). [Long Now]

Primeiro protótipo funcional de Orrery — um modelo planetário — do relógio de 10 mil anos

 

Protótipo de um sincronizador solar para manter a precisão do relógio usando o sol