“Viva! Vamos nos envenenar com bebidas que nos deixam muito, muito mal!” Foi o que berramos nas festas de fim de ano, e no dia seguinte pagamos o preço. Mas o que exatamente é essa tal ressaca que você sente?

Uma ressaca é a reação do seu corpo depois de beber muito álcool…

Todos temos uma tolerância diferente (e normalmente mulheres tem uma tolerância menor), mas qualquer um que beba bastante certamente irá passar por inúmeros sintomas que podem incluir dor de cabeça, diarreia, náusea, fadiga, ansiedade, tremores e uma sensação geral de tristeza. Isso fica ainda pior quanto mais você bebe, quando você bebe com estômago vazio, quando não dormiu direito, ou quando você ingere esse álcool enquanto requebra na pista de dança (ou enquanto tenta escalar uma montanha, ou enquanto malha).

…que faz com que você produza uma quantidade sobre-humana de xixi e que contrai o seu cérebro…

Quando o álcool entra na sua corrente sanguínea, ele diz para a sua glândula pituitária para não produzir vasopressina, que é o hormônio que normalmente mantém seu corpo lubrificado com umidade. Sem vasopressina, os líquidos vão direto para a sua bexiga, e é por isso que parece um dilúvio na primeira vez que você faz xixi depois de beber. Quando você está bebendo, você perde cerca de quatro vezes mais líquido do que você ganha, o que também leva à desidratação, que leva àquela sensação horrível na boca e à dor de cabeça que vem com a ressaca. Já parou para pensar porque a desidratação causa dor de cabeça? É devido aos seus órgãos estarem tão desesperados a ponto de roubar água do seu cérebro, o que faz com que ele contraia. Um cérebro contraído puxa as membranas que o conectam ao seu crânio, e isso obviamente dói pra caramba.

Você também se sente fraco e de modo geral esgotado, porque aquela enorme quantidade de xixi fez com que seu corpo perdesse sal, potássio e magnésio, que são importantes para o funcionamento normal de nervos, músculos e células. O álcool também se quebra e faz com que você elimine glicogênio na urina, que em uma pessoa sóbria, é uma fonte de energia natural no fígado.

…e gera substâncias químicas tóxicas no seu corpo que fazem com que você se sinta péssimo…

Quando nós metabolizamos álcool, nossos fígados criam uma substância extremamente tóxica chamada acetaldeído. Humanos tem enzimas muito úteis que quebram o acetaldeído chamado aldeído-desidrogenase e glutationa. Mas quando bebemos demais, essas enzimas não conseguem acompanhar, e a toxina vai acumulando, aumentando a gravidade das dores de cabeça e náuseas. Para ter uma ideia de quão tóxico o acetaldeído é: Antabuse, uma droga usada em casos graves de alcoolismo, bloqueia completamente as enzimas que comem o acetaldeído. O resultado é que mesmo uma gota de álcool causa rubor facial, dor de cabeça, náusea, vômitos, dor no peito, fraqueza, vista borrada, confusão mental, sudorese, dificuldade para respirar, asfixia e ansiedade.

Glutamina, por outro lado, é suprimida enquanto nós estamos mandando a bebida garganta adentro. Glutamina é um estimulante natural, então quando paramos de beber o nosso corpo fica ocupado tentando repor os níveis de glutamina, e é esse o motivo pelo qual nós temos um sono inquieto depois de uma noite de farra. É chamado de recuperação de glutamina, e em casos extremos pode causar uma ressaca especial com tremores, ansiedade, e alta pressão sanguínea.

…às vezes depende do que você bebe…

Vinho tinto e destilados escuros como uísque, conhaque e tequila produzem mais impurezas, chamadas congêneres, durante a fermentação do que bebidas com cores mais claras como vinho branco, rum e vodca. Esses congêneres basicamente deixam todos os sintomas da ressaca piores. E você pode ter notado também que os borbulhantes dão uma dor de cabeça horrível. Isso se deve à carbonatação aumentar a absorção de álcool no seu sangue.

…e em qual ordem…

Como a carbonatação aumenta a absorção do álcool no seu sangue, existe um dito popular americano que diz que tomar cerveja antes de destilados (como uísque e tequila) é a pior coisa, e destilados antes da cerveja está tudo bem. Isso está apenas parcialmente certo. A carbonatação pode gerar um efeito muito, muito mais forte quando você mudar para o destilado. A parte que diz que mudar de destilado pra cerveja “tudo bem”, entretanto, é querer se enganar.

Além disso, sabe aquele seu amigo que vive te avisando quando vocês saem para beber: “Cara, não misture”? Ele está certo. Misturar vários tipos de álcool em uma única noite não é uma boa ideia se você pretende fazer alguma coisa nos dias seguintes à bebedeira. Cada álcool produz um tipo diferente de congênere que se combina para criar um coquetel muito forte de dor na manhã seguinte.

…mas você pode diminuir a dor se for cuidadoso.

Não há uma única cura mágica. Continuar bebendo apenas adia o inevitável ao fazer você ficar bêbado e esquecido de novo. Torrada queimada é um mito. Mas várias estratégias podem pelo menos minimizar a sua dor na ressaca:

Coma: um estômago cheio antes de beber absorve o álcool e protege o revestimento do seu estômago. O café da manhã no dia seguinte incluindo ovos, bananas e suco de frutas contêm importantes nutrientes para combater a ressaca como cisteína, potássio e frutose. Uma daquelas bebidas de esportes pode ajudar a recuperar eletrólitos, açúcares e sais perdidos com toda aquela urina que você pôs pra fora. Mas por mais que você ame café, a cafeína só irá deixar você ainda mais desidratado.

Hidrate-se: beba um copo de água por dose de álcool.

Tome multivitaminas: Eles irão repor as vitaminas que você perdeu depois de urinar a cada cinco minutos.

Não misture: Veja acima.

Tome duas aspirinas: com água antes de ir dormir e também pela manhã para reduzir a inflamação.

Não Vomite: A menos que você realmente não possa controlar, não vomite. Keith Roussil do Rocky Mountain Poison and Drug Center diz que forçar-se a vomitar não faz tão bem porque o álcool é absorvido pela sua corrente sanguínea muito rápido. E se algum pedaço de comida ficar preso no seu pulmão pode causar pneumonia por aspiração, o que pode matar você.

Feliz ano novo pessoal!

Imagem: Shutterstock/pzAxe