O faça-você-mesmo atingiu um novo patamar na Rússia, esse país em que coisas inacreditáveis gostam de acontecer (buracos inexplicáveis e impressionantes no chão da Sibéria são apenas uma delas).

Na manhã desta quarta-feira, um avião da companhia aérea UTair ficou preso ao chão no aeroporto de Igarka, que fica numa região bem próxima ao círculo ártico. A temperatura, de inacreditáveis -52ºC, literalmente colou o avião ao solo (com a ajudinha de uma graxa inadequada para temperaturas tão baixas).  Para piorar, as máquinas que poderiam ajudar a tirar o avião do lugar também travaram por causa do frio. Era o pesadelo perfeito para quem queria voltar para casa.

Coisas da Rússia: País abre concurso caça-níquel para quem quiser tentar quebrar o Tor

Coisas da Rússia, parte 2: Por que a Rússia estava estudando a cópula das lagartixas… no espaço?

Coisas da Rússia, parte 3: Meteorito explode sobre a Rússia e deixa centenas de feridos

O que pessoas normais fariam? Esperariam dentro do avião, é claro, até que o problema fosse resolvido. Mas parece que os nossos amigos russos resolveram dar um passa-moleque no Darwin e avançar um bocadinho na escala da evolução. Os passageiros perguntaram se eles poderiam empurrar o avião. Sabe como é, está todo mundo louco para voltar para casa (o Ártico não é muito agradável no inverno). A companhia aérea não negou ajuda.

Passageiros levam o faça-você-mesmo a um novo patamar (Foto: Ivan Ivanov/The Siberian Times
Passageiros levam o faça-você-mesmo a um novo patamar (Foto: Ivan Ivanov/The Siberian Times

Um dos passageiros, segundo o jornal The Siberian Times, chamou um grito de motivação: “Homens de verdade podem cortar uma árvore, construir uma casa, empurrar um avião”. E foi exatamente isso que aconteceu. Os passageiros saíram do avião e foram empurrar um avião tal como eu e você já fizemos num carro sem bateria nesta longa estrada da vida. A máquina foi descolada do solo e pode voar normalmente – era “só” isso que atrapalhava o voo.

No final das contas, até a tecnologia mais impressionante, como a que move os aviões, às vezes precisa de uma mãozinha humana – mesmo que os russos curtam desafiar esse conceito de humanidade….

"Homens de verdade cortar árvores, construir casas e... empurrar aviões" (Ivan Ivanov/The Siberian Times)
“Homens de verdade podem cortar árvores, construir casas e… empurrar aviões” (Ivan Ivanov/The Siberian Times)