Honestamente, muitos de nós aqui já estão na fase da vida de que os presentes legais são comprados por nós mesmos. Eu “me dei” vários jogos de tabuleiro bacanas, que por um ataque de espírito natalino da Receita, passaram direto pela alfândega a tempo de eu poder brincar com eles durante as festas.

E vocês?

[A árvore de natal dos sonhos, infelizmente não é da minha casa, mas de Madrid – via G1]