Contra tudo e contra todos, o Nisshan NV-200 reinará as ruas de Nova York. A partir deste mês, a grande maioria dos taxistas terá de comprar o chamado Táxi do Amanhã quando aposentarem seus antigos táxis amarelos. Qualquer pessoa que já pegou um táxi na cidade vai concordar que os novos carros são algo bom. Entretanto, este é diferente.

O quadrado táxi Nissan não é o carro mais bonito, mas é bem prático. Os passageiros terão mais espaço para as pernas, entradas USB para carregar seus celulares e um grande teto solar. Os motoristas também terão um assento mais confortável, um navegador GPS integrado ao veículo e um intercomunicador. O veículo também possui algumas novas formas de segurança, como portas de correr e airbags para os assentos traseiros. O Nissan NV-200 funciona apenas com combustível à gás.

1411519755303644335

Mas nem todo mundo gosta da ideia de um modelo único para a frota de táxi, independente de tudo que ele possa oferecer. A saga do Táxi do Amanhã começou em 2011, quando o prefeito Michael Bloomberg fez um alvoroço quando abriu uma competição de design para o novo táxi amarelo universal. O Nissan NV-200, uma minivan meio esquisita com uma grande lista de funções especiais para dirigir na cidade, ganhou as honras, mas os grupos de táxi da cidade se opuseram ferozmente à ideia de que burocratas governamentais poderiam forçar os motoristas a dirigir um carro específico. O caso passou um bom tempo nas cortes até que a Corte de Apelações finalmente decidiu em julho que a cidade tinha, de fato, poder para fazer isso.

Então, a partir deste mês, os taxistas da cidade de Nova York devem atualizar seus carros para o Táxi do Amanhã quando seus atuais veículos ficarem velhos. Exceções serão feitas, entretanto, caso o taxista queira investir em um dos poucos híbridos ou veículos para pessoas com necessidade especiais. A concessão reconhece o fato da cidade ter decidido fazer um veículo movido à gás, sem acesso para pessoas com necessidade especiais o padrão. A Nissan aparentemente está trabalhando em uma versão elétrica do NV-200, e a fabricante já oferece uma versão para pessoas com necessidades especiais — mas ela não é muito popular.

1411519755409327279

O subtexto de tudo isso é, obviamente, a Comissão de Táxi da Cidade de Nova York perdendo a batalha contra o Uber. O app extremamente popular vem angariando tanto passageiros quanto taxistas profissionais da cidade há anos, deixando o custo de táxis cada vez mais baixo e lembrando as pessoas que a tecnologia é algo bom. Só na semana passada a indústria do táxi lançou o seu aplicativo oficial e promete melhorar a experiência dos passageiros nos táxis. Agora, os táxis da cidade têm um novo carro e um novo app e, certamente, isso ajudará a indústria a evoluir e não se tornar obsoleta frente à disrupção causada por empresas do Vale do Silício.

Teremos que esperar para ver se esse plano funcionará. De qualquer forma, os táxis amarelos estão melhorando tanto para passageiros quanto taxistas, e isso é sempre bom.

NISSAN AMERICAS

E aqui no Brasil? O que você acharia se os táxis passassem a trabalhar com um modelo único de carro, com facilidades para os passageiros? Será que daria certo? Será que os sindicatos de taxistas e os próprios taxistas aceitariam algo do tipo?

[NY1, New York Times]

Imagens: NYC.gov / Nissan