Em uma animação bem legal, o pessoal do canal Real Life Lore explorou a profundidade dos oceanos e os detalhes pelos quais você deve passar para atingir tais marcos submarinos, e o processo todo é bem assustador. Felizmente, nós, fracos humanos, não conseguimos nem chegar no nível onde ficam monstros assustadores por causa da doença da descompressão (que ocorre a uma profundidade acima de 97 metros), que pode, eventualmente, inclusive matar — a pressão da água por lá é muito forte.

Cientistas descobriram uma bolha roxa brilhante misteriosa no fundo do oceano
O mar do Caribe está emanando um som estranho que cientistas nunca detectaram antes



gif-oceano

40 metros é a profundidade máxima para quem pratica mergulho recreativo; 93 metros foi a profundidade que o navio RMS Lusitania foi encontrado

É especialmente impressionante pensar que na profundidade do oceano considerando a altura de prédios bem conhecidos como o Empire State Building e o Burj Khalifa, em Dubai. O arranha-céu dos Emirados Árabes Unidos de 828 metros de altura é o maior do mundo, e o curioso é que ele caberia completamente dentro do oceano e ainda sobraria muito espaço. É basicamente um mundo completamente diferente com lulas gigantes, criaturas submarinas horripilantes, restos do Titanic e outros coisas mega assustadoras.

Bom, mas qual é o ponto mais profundo do oceano que se tem notícia? É um local perto da Ilha de Guam, no Pacífico, chamado de depressão Challenger. Lá foi registrada a profundidade de 10.994 metros.

O mais intrigante de falar sobre o oceano é que se conhece muito pouco sobre sua extensão. Estima-se que conhecemos apenas 5% dele. Então, imagine só o quanto de coisas que ainda devemos descobrir.

No vídeo abaixo do Real Life Lore (em inglês), é explicado os limites de profundidade do oceano e o que se pode encontrar por lá:

Foto do topo por Pixabay