Para dar ao cérebro a ilusão do 3D, das imagens que saem da tela e da amplitude que se projeta ao além, um televisor 3D cria uma sucessão de imagens que são interpretadas pelo cérebro como movimento.

Mas algumas tecnologias enfrentam um problema enorme na hora de manter a ilusão de forma transparente ao cérebro. O LCD não consegue atingir uma velocidade de atualização necessária para que o cérebro consiga absorver tudo sem prejuízo do espectador.

O movimento às vezes parece entrecortado e o resultado é uma fadiga visual que culmina em dor de cabeça e desconforto.

A velocidade de atualização da Plasma Viera Full HD 3D é tão grande (600 Hz, ou atualizações por segundo) que o cérebro interpreta o movimento como uma corrente fluida, não uma sucessão entrecortada de imagens, como em outras tecnologias.

Como os óculos ativos da Panasonic também funcionam na mesma frequência, a sensação de assistir a conteúdo 3D é muito melhor.

O design dos óculos ativos da Panasonic também foi levado muito a ‘sério. Além do ar futurista, os óculos se adaptam a qualquer rosto (um apoio ajustável para nariz garante máximo conforto) e permitem até mesmo que alguém que já use óculos fique confortável.

Com um amplo campo de visão, os óculos da Panasonic também se beneficiam do alto brilho e contraste da Plasma Viera Full HD 3D para oferecer conforto visual. Tecnologias concorrentes reduzem a luminosidade que chega ao olho de forma drástica, aumentando ainda mais a fadiga visual.

Acha que é bom demais para ser verdade? Confira você mesmo, visitando uma loja e experimentando a tecnologia 3D Panasonic. A diferença é enorme.