Foi uma longa e dura luta, mas a OMS (Organização Mundial da Saúde) anunciou que finalmente a África Ocidental está livre do vírus Ebola.

A organização declarou a Libéria como livre do vírus Ebola, segundo a BBC, após ficar 42 dias sem casos confirmados de infecção. Serra Leoa e Guiné foram declaradas livre do vírus no ano passado. As notícias significam que não existe mais epidemia de Ebola na África Ocidental.



Pode ser que esse o “status” sem epidemia não dure para sempre. A Libéria, por exemplo, já declarou duas vezes que estava livre do vírus. No entanto, um pequeno número de infectados fez com que o país voltasse a ser uma área de risco. Apesar dos anúncios, ainda há temor, pois o vírus pode permanecer no sêmen de sobreviventes por um ano, o que pode ajudar com que aumentem as contaminações.

A África Ocidental, com a ajuda de países desenvolvidos, tem lutado duro para assegurar que a doença foi dizimada. Hoje é um marco importante, pois é o primeiro dia em dois anos que os três países mais afetados pelo vírus Ebola não têm registros de infecção há 42 dias — um número definido pela Organização Mundial da Saúde, pois o vírus tem um período de incubação de 21 dias.

A epidemia do Ebola matou mais de 11 mil pessoas desde dezembro de 2013.

[BBC]

Imagem por Nações Unidas