Jogue uma pedrinha em um lago parado, e as ondas de choque da agitação vão ondular em todas as direções em círculos concêntricos quase perfeitos. Mas agite a harmonia de uma tela para janela que está encharcada pela chuva ou pelo orvalho da manhã, e a onda de choque vai ondular com um padrão de estrela de quatro pontas único.

Kevin Kohler e Darren Dyk, dos canais de YouTube Backyard Scientist e BeyondSlowMotion, respectivamente, apontaram uma câmera Phantom v1611 de alta velocidade em uma tela para janela que havia acabado de ser molhada com uma mangueira e então jogaram um bloco nela.

Gravando a 18 mil quadros por segundo, o que permite que você desacelere a ação, é possível ver claramente como a onda de choque resultante consegue irradiar para fora horizontal e verticalmente mais rápida do que consegue diagonalmente. Isso porque a energia da onda de choque consegue viajar mais facilmente em linhas retas nos fios horizontais e verticais que compõem a tela. Ao se mover diagonalmente, essa energia precisa ziguezaguear para a esquerda e a direita, fazendo curvas repetidas de 90 graus conforme navega pelo padrão da tela. O resultado é um padrão singular de estrela que você nunca verá ao jogar pedras em um lago.

[YouTube]