Olha, eu não vou dizer que a OnePlus é gananciosa por tirar a entrada para fone de ouvido em seu próximo smartphone, o OnePlus 6T. A OnePlus é uma companhia, e as empresas precisam ganhar dinheiro, caso contrário fecham. Mas dizer que a razão de acabar com a opção pelo áudio sem fio no OP6T ter sido por “esperar a hora certa”, não parece razoável, também.

A empresa deve revelar seu próximo smartphone em 17 de outubro, e antes do evento, eles têm feito teasers dos detalhes do aparelho, incluindo o fato de ele ter um leitor de biometria sob a tela e a falta de entrada para fone de ouvido — o que causou a ira de algumas pessoas, pois o 6T será o primeiro aparelho da marca sem o plug de 3,5 mm.

[Review] OnePlus 6: o melhor Android para quem não quer gastar tanta grana

Em uma entrevista ao TechRadar, Carl Pei, que é cofundador da OnePlus, defendeu a escolha dizendo “[Remover a entrada de fone de ouvido] foi uma decisão bastante controversa. Não estamos fazendo isso apenas por fazer e porque todo mundo adotou essa posição. Acreditamos que agora é a hora certa, pois vai beneficiar a maioria de nossos usuários.”

Pei também disse que baseado em uma pesquisa conduzida pela companhia no início do ano, 59% dos usuários da comunidade OnePlus já conta com fones de ouvido sem fio. Agora, claramente esses números ilustram uma mudança similar de dados obtidos pela OnePlus em novembro de 2017, quando aparentemente menos de 20% dos seus usuários utilizaram fones sem fio. Mas, no meio dessa discussão, não consigo parar de pensar nos 41% restantes que usam fone de ouvido com saída 3,5 mm, ou os 70% que disseram há um ano que a qualidade de áudio era uma grande prioridade.

Quando o OnePlus 6 foi lançado em maio deste ano, ele ainda tinha a entrada para fone de ouvido. O próprio Pei fez algumas piadas sobre o recurso durante o evento de anúncio do OnePlus 6. Então, o que mudou de maio para agora, além da questão demográfica, que encorajou a empresa a deixar o conector de fone de ouvido de lado?

Meu pitaco — e isso é apenas uma teoria — é que a mudança rolou quando a OnePlus lançou seus fones de ouvido sem fio Bullets junto com o OnePlus 6. Antes disso, a OnePlus nunca teve uma tradição de oferecer fones Bluetooth. Logo, alguns reviews do fone foram publicados falando que a entrada de fone de ouvido não parecia mais necessária. E, olha, se a OnePlus vender um pouco mais de fones sem fio por causa dessa mudança, isso já é um bônus, né?

Além disso, os fones Bullets são bem decentes, especialmente pelo preço. Mas eu nunca gostei muito deles, pois sempre fico empacado com a existência de fones sem fio com cabos que são usados para colocar em volta do pescoço.

Você também não pode deixar de considerar o fator clichê de que a entrada de fone de ouvido ocupa espaço. Com menos portas no corpo do telefone, isso significa mais espaço para coisas como maior bateria e sensores de biometria. Se a OnePlus não reverter sua decisão de ter um carregador sem fio, parecerá um pouco estranho ouvir áudio Bluetooth enquanto ainda você tem de conectar um cabo no telefone para carregá-lo.

A essa altura do campeonato, é difícil ficar bravo com a mudança. Não é sobre ter coragem, mas sobre dinheiro — mais especificamente os bilhões de dólares que a Apple tem ganhado com os Airpods. A OnePlus só está seguindo o modelo de negócio da Apple. E embora tomar essa decisão dois anos após a Apple possa ter relação com timing, a OnePlus não pode deixar de lado a questão financeira. Ambos os fatores são importantes e, a menos que as pessoas fiquem muito bravas com isso, provavelmente vai funcionar.