Um dos maiores desafios da engenharia ao construir grandes arranha-céus não é impedir a estrutura de tombar, mas, sim, movimentar todas as pessoas dentro dela. Para melhorar a eficiência e facilitar a construção de prédios ainda mais altos, a empresa alemã ThyssenKrupp remodelou completamente os elevadores para que eles possam se mover para os lados também.

• Este inteligente truque de câmera nos permite fotografar o mundo invisível a nosso redor
• Os estudantes de ensino médio que estão caçando os segredos do universo

O design tradicional dos elevadores só vai para cima e para baixo em um fosso, levantado e abaixado por um cabo movido a guincho. Ele funciona bem o bastante em construções menores, mas as filas de espera se tornam problemáticas conforme os fossos dos elevadores ficam cada vez mais altos. É por isso que os lobbies de grandes arranha-céus têm elevadores que só vão até os andares mais altos.

O youtuber Tom Scott recentemente visitou a torre de testes de 246 metros de altura na Alemanha e lá experimentou o novo sistema de elevadores MULTI, que permite que os elevadores se movam tanto vertical quanto horizontalmente, usando motores de indução magnética linear, a mesma tecnologia que roda os trens Maglev de alta velocidade.

Eliminar os cabos não apenas reduz a quantidade de infraestrutura necessária para suportar um elevador, mas também permite que os fossos possam ser construídos praticamente infinitamente longos, já que o peso de um longo cabo de aço não é mais uma limitação. Mas a maior vantagem é que os elevadores podem se mover para os lados em fossos horizontais, permitindo que círculos completos sejam construídos dentro dos prédios, permitindo aos elevadores trocarem de fossos para encontrar a rota mais rápida para seu andar de destino.

Para garantir que o novo sistema seja tão seguro quanto o desenho do elevador em que confiamos há 160 anos, a ThyssenKrupp está há anos fazendo testes e refinando. Um dia, ele pode eliminar a agonizante espera pelo próximo elevador, chegando com uma frequência de 15 a 30 segundos para que você não seja deixado parado lá, constantemente apertando o botão.

[YouTube via Laughing Squid]