Na onda das novidades do iOS 5, o Foursquare lançou o Radar. E é algo que vai mudar tudo, meio que literalmente: Ele descarta o contrato social básico do Foursquare e traz indícios do futuro próximo de redes sociais baseadas em localização. E isso vai ser estranho.

Felizmente, esse campo minado geolocacional pode ser navegado sem arruinar as suas amizades (ou jantar). Vamos dar uma olhada nisso.

Então, o que há de diferente no Foursquare 4.0?

Ele funciona assim: o Foursquare Radar segue seus passos conforme você passeia pela cidade, estilo Find My Friends – ou seja, mesmo quando você não estiver com o app aberto – e diz a você onde você pode querer fazer check-in. Você está perto de uma cafeteria que você já visitou antes? Ele irá dizer a você! Teoricamente. Isso pode ser útil! Teoricamente. Mas ele também está rastreando os seus amigos e fazendo sugestões de check-in baseadas onde eles estão. Sem você. Isso pode ficar bem estranho!

Que diabos!? Por que o Foursquare está me fazendo sentir excluído?

Não é intencional! Mas isso pode acontecer. O Foursquare agora está funcionando para te dizer quando seus amigos estão conforme você passa por perto. A ideia é fazer com que você se envolva na diversão – Olha, Sean e Lauren estão comendo pizza! Eu vou comer pizza com eles! (E de uma maneira mais básica, mudar o seu objetivo principal que é dizer onde você está para prever aonde você irá, o que é parte do fator tosco.) Mas não é um convite – é uma notificação. E existe uma grande diferença. Saber o que os seus amigos estão fazendo algo sem você – a menos que seja o imposto de renda – irá fazer você se sentir excluído.

Se eles quisessem você ali, eles teriam convidado você para lá. E só então talvez você faria check-in.

O que eu faço se eu me sentir excluído pelo Foursquare?

Isso será estranho. Mas você tem que ter em mente que isso teria acontecido mesmo antes do Foursquare. Amigos tem saído junto com você desde que você tem amigos. Eles provavelmente ainda gostam de você! Mas às vezes amigos gostam de sair sem incluir literalmente todo mundo que eles conhecem. Isso simplesmente acontece. A vida moderna é uma de infinitas conexões e compatilhamentos e curtir e links, e sem a armadura da privacidade e desconexão, egos são feridos com mais frequência. Esse é um desses casos – é uma droga, mas não leve muito para o lado pessoal. Culpe o app, não os seus amigos. Não fique com raiva, não deixe um comentário passivo-agressivo.

E o mais importante, não “apareça do nada”.

Porquê?

“Ei pessoal!”
“Oh…e aí cara! Como você está? Que bizarro ver você por aqui…!”
“Haha é, eu sei! Bem, na verdade eu estava passando pela rua e o meu iPhone me contou que vocês estavam todos aqui então eu decidir entrar e me sentar com vocês.”
“Ah…!”
“…”
“…”

Se você realmente quiser passar um tempo com os seus amigos que estão por perto, mande uma mensagem de texto, e pergunte o que eles estão fazendo. Eles provavelmente irão saber que você os viu no Foursquare. E se seus amigos quiserem que você se junte a eles, irão convidar você.

Como eu posso evitar esse horror digital?

Você não pode, a menos que você desligue o Radar. O Fourquare está forçando a mudança de ativo para passivo – e é uma mudança substancial. Antes, fazer check-in era algo que você escolhia fazer, uma escolha ativa – um botão que você apertava para enviar um aviso, uma janela que você escolhia abrir. Eu estou aqui! Veja isso! Venham aqui! Eu quero ser notado! ou Onde será que meus amigos estão? Deixe-me ver. Agora é uma atividade passiva – o telefone sugere um check-in baseado em um algoritmo do Foursquare, suas atividades anteriores e onde seus amigos estão, e tudo que você tem que fazer é caminhar pela rua, olhando para o espaço. É tirado o esforço do check-in. Existe uma grande diferença entre sair do seu caminho para dizer SIM, MUNDO, EU ESTOU AQUI ou verificar as últimas 38 conquistas dos seus amigos e se submeter silenciosamente à intromissão social passiva do Foursquare. Não é mais algo que você faz, é algo que acontece com você, que está sempre acontecendo com você, de modo invisível.

Se você não quer que o seu smartphone faça estranhos pseudo-planos para você, desligue o Radar. É só um clique. E você irá curtir o Foursquare tanto quanto você curtia antes.

Foto por oliveromg/Shutterstock