O rover Perseverance pousou em Marte no dia 18 de fevereiro de 2021. Durante esse um ano de atividade, o equipamento desenvolvido pelo Laboratório de Propulsão a Jato (JPL) da NASA estabeleceu uma série de recordes. Vamos a eles:

Mecanismo: podemos começar falando de sua própria estrutura. O Percy, como foi apelidado, pesa cerca de uma tonelada, sendo o rover mais pesado a pousar em Marte. 

Ele é equipado com o AutoNav, um software que permite a direção autônoma do veículo. No dia 14 de fevereiro de 2022, Percy viajou cerca de 320 metros em um único dia utilizando a ferramenta. Dessa forma, quebrou o recorde de maior distância percorrida por um rover em Marte.

Missão: o rover foi o primeiro a coletar amostras de núcleos rochosos de outro planeta. Ele está trabalhando na Cratera Jezero, que abrigou um lago há bilhões de anos. O local é ideal para buscar sinais de vida microscópica antiga.

Percy já coletou seis amostras de solo marciano, e deve obter mais duas dentro das próximas semanas. O material, que será trazido à Terra durante a campanha Mars Sample Return, ajudará cientistas a datar a formação da cratera. 

Material audiovisual: logo no início de sua missão, o rover forneceu à Terra o primeiro áudio registrado no Planeta Vermelho. Na gravação de Percy, é possível ouvir os ruídos de seu próprio equipamento e também o som ambiente de Marte.

Percy também está se mostrando um grande fotógrafo. Até o momento, foram registradas mais de 10 mil imagens do cenário marciano.

Ingenuity: o helicóptero Ingenuity chegou a Marte dentro do Perseverance. O rover aéreo se tornou o primeiro a levantar voo em outra atmosfera. Originalmente, foi programado para voar cinco vezes, mas já completou 19 voos até agora. 

O Perseverance, por sua vez, captou sons emitidos pelo Ingenuity durante seu quarto voo. Foi a primeira vez que uma máquina em outro planeta registrou os sons produzidos por outro veículo.

MOXIE (Mars Oxygen In-Situ Resource Utilization Experiment): em abril do ano passado, o Perseverance conseguiu produzir cerca de cinco gramas de oxigênio a partir da atmosfera de Marte, rica em dióxido de carbono. Isso seria suficiente para que um astronauta tivesse oxigênio por 10 minutos. 

A ferramenta MOXIE (Mars Oxygen In-Situ Resource Utilization Experiment), utilizada na missão, é o primeiro protótipo de gerador de oxigênio a ser usado no Planeta Vermelho. O experimento pode ajudar cientistas a se preparar para futuras missões tripuladas.