A Palm foi uma das empresas que não conseguiram responder ao sucesso do iPhone e Android. Em 2010, ela foi adquirida pela HP e terrivelmente gerenciada. Agora, parece que a marca Palm foi vendida para a Alcatel One Touch – e ela já estaria pronta para voltar.

O webOS Nation descobriu que o nome, marca registrada e logo da Palm foram transferidos em outubro de 2014 para a misteriosa empresa Wide Progress Global Limited, criada para esconder quem realmente comprou os ativos.

Mas quem assinou o documento de transferência foi Nicolas Zibell, presidente de Américas e Pacífico da Alcatel One Touch.

Além disso, o site palm.com agora redireciona os usuários para uma página com o logo da Palm e o texto “em breve” e “smart move” – este é o slogan da Alcatel One Touch.

Parece que a marca Palm voltará à vida, mas não os dispositivos e design do passado. Seria algo semelhante à Kodak e Polaroid, que hoje são uma sombra do que eram antigamente.

No Brasil, a Alcatel One Touch vende smartphones baratinhos com Android, com preços variando entre R$ 249 e R$ 599. (Ela também vende um celular com Firefox OS.) Em outros países, ela também oferece alguns smartphones mais potentes, como o Hero 2 e o Idol X+, com telas Full-HD e processador de oito núcleos da MediaTek.

Não espere ver o webOS voltando a smartphones: o sistema foi comprado pela LG e levado para smart TVs. (A HP vai encerrar os serviços online do webOS nos antigos dispositivos da Palm em 15 de janeiro.)

Então será que a marca Palm vai ressuscitar em dispositivos high-end com Android? É esperar para ver. A Alcatel One Touch deve anunciar novos smartphones durante a feira CES, que começa na semana que vem. [webOS Nation via Ars Technica]