Pesquisadores da divisão de imagem da Panasonic descobriram uma forma de aumentar a sensitividade dos sensores de câmeras digitais, o que significa quase o dobro do brilho em fotos tiradas em baixa condição de luz. Mas a descoberta não tem nada a ver com o sensor em si; em vez disso, a empresa melhorou o filtro de processadores de cores colocado à frente dele.

A técnica atual para produzir cores em imagens a partir de um sensor envolvem colocar filtros vermelho, verde e azul por cima de cada pixel. Funciona, mas acaba impedindo que entre 50 e 70% da luz atinja o sensor. O que é um dos grandes motivos de tantas câmeras terem performance ruim em baixas condições de luz. Então a Panasonic desenvolveu um novo tipo de filtro que usa divisores de cores para desviar a luz entre os pixels de uma vez. Um defletor vermelho e azul são posicionados por cima de quatro pixels no total, mas distribuídos verticalmente, e assim virtualmente toda a luz que entra na câmera atinge o sensor.

O que é particularmente interessante sobre essa nova abordagem é que ela pode ser usada em todos os tipos de sensores sem nenhuma modificação; CMOS, CCD ou BSI. E todos os filtros podem ser produzidos usando os mesmos materiais e processos usados hoje em dia. O que significa que nós provavelmente veremos a tecnologia implementada em nossas câmeras em breve. [DigInfo TV]