O Japão pode ainda estar se recuperando do terremoto e tsunami, mas isto não está impedindo a Panasonic e oito empresas parceiras de avançarem com seus esforços de reconstrução que poderiam remodelar a forma como as cidades do futuro são construídas. Em parte iniciativa para demonstração, parte projeto de recuperação, a Panasonic e seus amigos vão transformar a área de um dos antigos complexos de fábricas da empresa em uma “cidade inteligente” de 200.000m² com 1.000 casas, com consciência energética e ecológica como prioridade no desenvolvimento.

Mas a ideia aqui não é criar uma cidade apenas com o mínimo de utilização de energia. Em vez disso, ao construir a “Cidade Inteligente e Sustentável de Fujisawa” ou Fujisawa SST – a cidade de Fujisawa, na prefeitura de Kanagawa, sendo a área urbana maior neste caso – com infraestrutura de próxima geração para produção e economia de energia construída do zero, as empresas planejam mostrar como uma cidade pode ser verde, quando se reúnem várias tecnologias para trabalhar em uníssono.

Desta forma, a Fujisawa SST não será necessariamente o lar para tecnologias de ponta ou nunca antes vistas, mas será um conjunto variado de tecnologias verdes estabelecidas que, apesar de estarem disponíveis, são caras para se acrescentar a edifícios e cidades mais antigas.

Por exemplo, cada estrutura de telhado terá embutida uma tecnologia moderna de painel solar, que além de fornecer energia para a casa, vai armazenar energia não-utilizada em uma bateria de armazenamento na própria casa. A infraestrutura de transporte será elaborada com veículos elétricos em mente. Sensores ligados em rede na cidade inteira vão controlar coisas como iluminação pública, garantindo que a energia não seja desperdiçada através de uma smart grid local.

Basicamente, a Fujisawa SST foi pensada como uma abordagem do zero para eficiência de energia, uma cidade verde construída a partir da base com tecnologias verdes modernas, em vez de tecnlogias menos eficientes e mais antigas. A Panasonic quer utilizá-la como um modelo para outras grandes comunidades do Japão e de outros países. Se tudo ocorrer como o planejado, a Fujisawa SST vai começar a receber moradores em março de 2014, e terminará de preencher as casas até 2018. [Panasonic]

Popular Science é o seu portal para o futuro. Falando sobre o que é novo e o que vem por aí no mundo da ciência e da tecnologia, nós mostramos o futuro hoje.