O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, disse em entrevista ao jornal O Globo que o governo está preparando diversas medidas para baixar o custo das ligações. Uma delas é reduzir, até setembro, as 4.200 áreas de DDD para apenas 67.

Na verdade, hoje existem 67 DDDs no Brasil, só que ainda existe a prática de operadoras cobrarem interurbano em cidades com mesmo DDD – o governo quer acabar com isso de vez. A Folha e o Globo dizem que o governo também quer reduzir o número de DDDs: no caso do RJ, passariam de três (21, 22, 24) para apenas dois, e só haveria cobrança de interurbano entre DDDs diferentes.



O ministro Paulo Bernardo prevê que as operadoras vão perder R$300 milhões anuais em receita, mas tudo bem: segundo ele, as empresas vão ganhar com maior número de ligações; e o consumidor, com preços mais baixos.

Na entrevista, Paulo Bernardo também menciona as outras medidas para deixar a telefonia mais barata para os clientes: obrigar as operadoras a compartilharem suas redes, em vez de manter capacidade ociosa; reduzir as tarifas do pré-pago; e incluir smartphones na Lei do Bem, para reduzir seu preço de 30% a 35%. [O Globo via Folha]

Foto por Conexao Minicom/Flickr