É uma guerra virtual: o VMware Fusion 3 saiu na semana passada, e agora é a vez do Parallels 5. Ele também é 64-bit, roda aplicativos de Windows que se comportam como nativos e inclui gestos multitoque, entre outras novidades.

Como o Fusion, o Parallels tem suporte a OpenGL 2.1 e DirectX 9 Shader Model 3.0, o que permite o uso da interface 3D do Aero e um desempenho gráfico sete vezes melhor do que o da versão anterior. Ele também inclui uma ferramenta que possibilita migrar um PC para dentro de uma máquina virtual. O programa oferece um desempenho geral três vezes mais rápido, suporte a oito CPUs virtuais e pausa a máquina virtual automaticamente quando não há aplicativos do Windows sendo executados.

O novo modo Crystal promete fazer o “Windows desaparecer completamente”, fazendo aplicativos rodarem como se fossem nativos, com suporte completo a gestos de multitoque e uma pasta de aplicativos do WIndows no Dock. O Parallels 5 custa US$ 80 (versão completa) e US$ 50 (atualização). [Parallels]