Os números relatados semana passada eram bem menos equilibrados: segundo o SocialStatistics e o FindPeopleOnPlus, 86,8% de todos os usuários do Google+ são homens. Mas estes números são viesados, segundo Paul Allen, da Ancestry.com – o mesmo que acertou o número de pessoas no Google+ (mais de 10 milhões). A Ancestry.com utilizou um método de “amostra aleatória baseada em sobrenomes”, que revelou que o Google+ está ficando cada vez mais igualitário: em dez dias, a proporção de homens caiu de 77% para 66,4%.

Ainda há um longo caminho até que esta rede social prove que vale a pena, mas estes números são promissores, especialmente para vocês garotas do sexo forte, que podem ter receado entrar numa rede só com homens. [Paul Allen via All Things D]