Por 15 longos e gloriosos minutos, os membros do parlamento (e jornalistas reunidos) receberam fotos pornográficas no canal interno de TV. Acredita-se que a ação é uma retaliação dos hackers contra as ordens do governo que obriga os provedores a bloquear sites pornos no dia 11 de agosto, por conta do Ramadã.?

Dia 11 de agosto é o início do festival muçulmano do Ramadã, quando eles se abstêm de comer, beber, fazer sexo, e obviamente assistir pornografia online. Algum indonésio não ficou feliz com a iniciativa do governo, e invadiu o canal interno de TV do parlamento, normalmente usado para horários políticos e ações bem mais familiares. [BBC via Boing Boing]

Crédito da imagem: Ikhlasul Amal