Hoje em dia, não se encontra uma imagem de uma pessoa que não tenha passado por algum nível de manipulação no Photoshop. Mas na França, essas imagens poderão precisar de um aviso, como propagandas de cigarro.

Se a lei proposta for aprovada — e ela tem apoio de mais de 50 políticos —, todo humano processado no Photoshop em tudo, desde propaganda até notícia de jornal e embalagens, teriam o seguinte texto: "Fotografia retocada para modificar a aparência física de uma pessoa." Anunciantes que não coloquem o texto de rodapé na imagem levariam multa de 37.500 euros (cerca de R$100.000), ou até 50% do custo da campanha publicitária.

A lei foi motivada por argumentos de que imagens processadas no Photoshop podem "levar pessoas a acreditar em uma realidade que não existe, e [pode] ter efeito prejudicial em adolescentes". E apesar disso ser justo, alguém poderia ser cético e dizer que a lei é desculpa esfarrapada para não fazer uma boa cirurgia plástica. [Telegraph via ars; imagem]